Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18083
Título: O coelho bravo como facilitador da invasão do chorão nos sistemas dunares: implicações para a conservação de uma espécie endémica (Corema album)
Autor: Lopes, Miguel Raposo Monereo
Orientador: Correia, Otília da Conceição Alves, 1953-
Reis, Margarida Santos, 1955-
Palavras-chave: Dunas
Coelho bravo
Corema album
Dispersão de sementes
Teses de mestrado - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: Corema album (camarinha), espécie arbustiva endémica da Península Ibérica, encontra-se em regressão. No presente trabalho foi estudada uma população de camarinha com uma estrutura etária avançada, reduzida regeneração e invadida por Carpobrotus edulis (chorão) que aparenta estar a comprometer a regeneração local da espécie nativa. Ambas as espécies produzem frutos carnudos e estão dependentes de vectores animais para a sua dispersão, entre os quais o coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus). Foi objectivo deste estudo avaliar qual o potencial reprodutor de ambas as espécies e em que medida o consumo dos seus frutos pelo coelho-bravo poderá estar a contribuir para um maior recrutamento e invasibilidade do chorão e quais as implicações deste facto para a camarinha. Para tal avaliou-se a produção de frutos e recolheram-se sementes de camarinha e chorão dos frutos, do solo, bem como dos dejectos de coelho. Em laboratório realizaram-se testes de germinação das sementes recolhidas em frutos, no solo e nos dejectos. Ambas as espécies apresentaram potencial reprodutor elevado e verificou-se que o coelho-bravo se comporta como dispersor e facilitador da germinação da camarinha e predador e dispersor do chorão, sendo que parece preferir os frutos da espécie invasora, facilitando a respectiva invasão. O chorão não forma banco de sementes no sistema em estudo, não precisando de qualquer tipo de escarificação para germinar, ao contrário da camarinha, cujas percentagens de germinação são sempre muito reduzidas. O papel do coelho-bravo parece ser fundamental na caracterização do sistema dunar em estudo, propondo-se neste trabalho um modelo hipotético para a invasibilidade do chorão nos sistemas dunares. Os resultados obtidos são discutidos à luz da invasibilidade do chorão nestes sistemas e suas implicações para a gestão e conservação dos mesmos, incluindo a camarinha.
Corema album, a shrub species endemic to Iberian Peninsula, is facing regression. Here we study an aging C. album population, with reduced regeneration, which is also invaded by Carpobrotus edulis. This invasive species seems to be compromising the local regeneration of C. album. Both species produce fleshy fruits and are dependent on animal vectors for their dispersion, namely the wild-rabbit (Oryctolagus cuniculus). In this study we evaluate the reproductive potential of both species and in what manner the consumption of their fruits by wild-rabbits might be contributing to a greater recruitment and invasiveness of C. edulis, and which are the implications for C. album. To achieve this, fruit production was evaluated and seeds were gathered from the fruits, seed bank and rabbit pellets. In laboratory, germination tests were undertaken with seeds from all sources. We found that both plant species present a high reproductive potential and that the wild-rabbit behaves as a disperser and germination facilitator for C. album, and a predator and dispersal agent of C. edulis. Rabbits seem to prefer the fruits of the invasive species, facilitating its invasion. C. edulis does not form a seed bank in the study area, not needing any sort of scarification to germinate. For C. album germination percentages are always very low. The wild-rabbit seems therefore to be an important key player in the studied area and here we propose a hypothetical model for the invisibility of C. edulis in dune systems. The obtained results are discussed considering the invasiveness of C. edulis and its implications for the management and conservation of these systems, including C. album.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Ecologia e Gestão Ambiental). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10451/18083
Designação: Mestrado em Ecologia e Gestão Ambiental
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc114430_tm_miguel_lopes.pdf1,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.