Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18092
Título: A prova "era uma vez..." : as emoções e o rendimento escolar
Autor: Sousa, Ana Rita Ribeiro e
Orientador: Gonçalves, Bruno, 1950-
Palavras-chave: Rendimento escolar
Emoções infantis
Avaliação psicológica
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: A Prova “Era Uma Vez…” (Fagulha, 1992) é uma prova projetiva de completamento de histórias, destinada a crianças dos 5 aos 11/12 anos e tem como objetivo descrever o modo como as crianças lidam com a ansiedade e o prazer. A versão original tem sete cartões, cinco contemplando situações de ansiedade (perder-se, doença, pesadelo, conflito parental, dificuldades escolares) e dois contemplando situações de prazer (aniversário e convívio com pares). Recentemente (Santos, 2013) foram acrescentados dois cartões (nascimento de irmão e quebra de normas parentais). O presente estudo teve como objetivo avaliar a forma como o rendimento escolar influencia as respostas à prova “Era Uma Vez…” na versão de nove cartões. A partir de uma amostra de 50 sujeitos, com faixas etárias dos 5 anos e dos 7 aos 10 anos, foram selecionados dois grupos, um com melhor (n=24) e outro com pior (n=26) rendimento escolar, cujas respostas foram comparadas. O rendimento escolar foi determinado através do cálculo da média das avaliações escolares dos professores de cada criança, tanto para o ensino básico (avaliações a Matemática, Português e Estudo do Meio) como para o ensino pré-escolar (quantificação das áreas “por adquirir” na sua avaliação das suas aprendizagens). A comparação das respostas à Prova “Era Uma Vez…” incidiu sobre os seguintes elementos: as categorias das cenas escolhidas e a sua posição na sequência, relativamente aos nove cartões. Como diversos estudos têm demonstrado a influência da evolução etária nas respostas à prova (Capinha, 2012; Fagulha, 1992, 2003; Santos, 2013), procedeu-se ainda à comparação de subgrupos no mesmo nível de escolaridade. A todos os sujeitos foram aplicados para além da Prova “Era Uma Vez…”, as Matrizes Progressivas Coloridas de Raven (Raven, 1947). Os resultados revelam diferenças significativas nos Cartões I (Passeio com a Mãe) e o Cartão VI (Briga dos Pais), cartões que estão relacionadas com a ansiedade de separação referente às figuras parentais. As diferenças são significativas na medida em que as crianças com um pior rendimento escolar demonstraram possuir uma maior dificuldade em regular e elaborar a emoção ansiosa nestes cartões comparativamente às crianças com melhor rendimento escolar.
The "Once Upon a Time ..." test (Fagulha, 1992) is a projective test of stories fulfillment, aimed at children from 5 to 11/12 years old, that aims to describe how children deal with anxiety and pleasure. The original version has seven cards, five dealing with anxiety situations (lost, illness, nightmares, parental conflict, learning difficulties) and two dealing with pleasure situations (birthday and socializing with peers). Recently, (Santos, 2013) two new cards were added (brother/sister birth and parental rules breakage). This study aimed to assess how school performance influences the answers to the "Once Upon a Time ..." test. From a 50 sample subjects, comprising ages 5, and 7 to 10 years old, two groups, one with better (n = 24) and another with worse (n = 26) school performance were selected and their responses were compared. The comparison delimited the categories of selected scenes and its position in the sequence of the nine cards that currently constitute the test. As several studies have shown age evolution regarding the awnsers to this test (Capinha, 2012; Fagulha, 1992, 2003; Santos, 2013), a study group comparison at the same school level was made. Besides "Once Upon a Time ..."test, Raven´s coloured progressive matrices (Raven, 1947) were applied to all students. The results reveal significant differences in Cards I (walking with mother) and Card VI (parental conflict) which are cards related to separation anxiety regarding parenteral figures. There are significant differences in children with worst school performance who demonstrated more difficulty in regulating anxiety presented in these cards compared with the children with better school performances.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/18092
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie047184_tm.pdf1,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.