Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18118
Título: A experiência da solidão na adolescência e o autoconceito
Autor: Valadas, Ana Marta de Sousa
Orientador: Biscaia, Constança
Palavras-chave: Adolescentes - Psicologia
Solidão
Percepção de si
Relação com os pais
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: A presente investigação teve como objetivos geral, estudar a relação entre a experiência de solidão vivida na relação com os pais, com o grupo de pares e com o parceiro romântico, e ainda o significado que o adolescente atribui à capacidade de estar só (afinidade ou aversão à solitude), associada ao seu autoconceito. O estudo contou com a participação de 120 adolescentes (32 rapazes e 88 raparigas) com idades compreendidas entre os 14 e 18 anos. A estes foram aplicados o Questionário de Avaliação da Solidão (Bastos, 2005) e o Self- Perception Profile for Adolescents (Harter, 1988), adaptada à população portuguesa por Peixoto, Alves-Martins, Mata e Monteiro (1996). No que concerne às variáveis demográficas Sexo e Idade, foram encontradas diferenças significativas, o que realça o papel das diferenças individuais na experiência da solidão e perceção do autoconceito na adolescência. Mais ainda, foram observadas correlações negativas e significativas entre a maioria das subescalas dos instrumentos, sugerindo que quanto mais elevados são os níveis de solidão experienciados pelos jovens, menor é a valorização do seu autoconceito. Consideram-se pertinentes os resultados encontrados, não excluindo a importância de serem aprofundados e explorados em estudos futuros.
The goal of the present investigation was to relate the experience of loneliness in the relationship with parents, peers and romantic partner and the meaning that the teenager gives to the experience of being alone (aversion or affinity to solitude), associated to his/her selfconcept. The study was performed with the collaboration of 120 teenagers (32 boys and 88 girls) ranging from 14 to 18 years old. Two instruments have been used, the Questionário de Avaliação da Solidao by Bastos (2005) and the Self-Perception Profile for Adolescents (Harter, 1988), adapted by Peixoto, Alves-Martins, Mata e Monteiro (1996) for the Portuguese population. Concerning the demographic variables, significant differences were found in the gender and age of the sample, highlighting the individual differences in the loneliness experiments and perception of the self-concept in the adolescence. Additionally, significant negative correlations were observed in the majority of the subscales of both instruments, suggesting a relation between a higher loneliness experiences and a lower selfconcept levels. It is considered that the results found in this study are relevant, not excluding the importance to deepen these relation through further research.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/18118
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie047191_tm.pdf1,28 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.