Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18122
Título: Contribuição natural e antrópica para a sedimentogénese da Ribeira de Moinhos, SW Alentejano
Autor: Nunes, Inês Catarina Lima Ferreira
Orientador: Freitas, Maria da Conceição Pombo de, 1961-
Palavras-chave: Ribeira de Moinhos
Sedimentos
Hidrossoma
Geoquímica
Contaminação
Teses de mestrado - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: O presente trabalho incidiu sobre a Ribeira de Moinhos, um sistema de transição situado no concelho de Sines. Esta região foi estudada à microescala temporal para caracterizar o sistema do ponto de vista geológico e geoquímico. A sua bacia hidrográfica tem sido alvo de um forte desenvolvimento industrial ao longo de várias décadas, tornando-se num possível alvo relativamente às contaminações provenientes das indústrias. O objectivo principal deste trabalho incidiu no estudo das características naturais e contribuição antrópica para os sedimentos. Para este efeito efectuou-se a análise sedimentológica (textural e composicional) e geoquímica (elementos orgânicos e inorgânicos) dos sedimentos da Ribeira e da barreira que a isola do oceano, bem como a caracterização do hidrossoma, determinando as suas características físico-químicas e a variação sazonal do plano de água. Realizaram-se quatro campanhas de campo, estabelecendo-se uma rede de amostragem com 39 estações para recolha de sedimentos e 29 estações para medição dos parâmetros da água. Estabeleceram-se também 8 estações para recolha de águas pluviais colectadas das empresas existentes nas imediações da Ribeira. A análise sedimentológica indicou que os sedimentos da bacia hidrográfica proximal são maioritariamente areias. Nos canais fluviais e planície aluvial, os sedimentos adquirem texturas mais vasosas. A praia e a barreira interna são constituídas por areias muito grosseiras a médias. O carbonato de cálcio é mais elevado nas amostras dos canais, indicando a presença de fragmentos de bioclastos e rizoconcreções. A matéria orgânica total é mais elevada nos canais e na planície aluvial, distinguindo-se claramente as zonas com predominância de matéria orgânica lábil e refractária. A análise geoquímica indicou enriquecimento em metais pesados, principalmente zinco e chumbo. As análises aos compostos orgânicos da amostra RM5 indicaram presença de fenóis e cresóis acima dos limites de referência de acordo com as Normas Holandesas e abaixo limites de referência de acordo com as Normas de Ontário. Os parâmetros físico químicos da ribeira mantiveram-se constantes nas várias campanhas realizadas excepto, na salinidade e oxigénio dissolvido. A primeira reflecte a mistura entre as águas doces provenientes da bacia hidrográfica e a água oceânica e contribui para a estratificação do hidrossoma registada em Outubro. Em Março a massa de água encontrava-se subsaturada em oxigénio, passando a saturada e sobressaturada em Julho e Outubro. Os efluentes pluviais não mostraram valores significativos de compostos orgânicos e metais. Nos últimos 49 anos não existiram grandes alterações geomorfológicas na área de estudo, ocorrendo apenas variações no canal de ligação ao mar, umas vezes deflectido para norte e outras mais linear.
This study focused on the Ribeira de Moinhos, a transitional system located in the Sines municipality. This region was studied at a temporal microscale to characterize the system from a geological and geochemical perspective. Its drainage supported a strong industrial development over several decades, becoming a possible target to contamination from industries. The main objective of this work was the study of natural characteristics of the sediments as well as the anthropogenic contribution to them. For this purpose sedimentological (compositional and textural) and geochemistry (organic and inorganic elements) analysis were performed in the stream and sand barrier sediments. Also, the characterization of the water body was performed, determining its physicochemical characteristics and the seasonal variation of the water level. Four field campaigns have been realized, and a sampling network established, with 39 stations for collection of sediment and 29 stations for measuring the water parameters. Additionally, 8 stations have been established for collection of pluvial water associated with industry established in the vicinity of Ribeira de Moinhos. The sedimentological analysis indicated that the sediments from the proximal drainage basin are mainly sands. In the stream and alluvial plain, sediments acquire muddy textures. Beach and back-barrier are composed of very coarse to medium sands. Calcium carbonate is higher in the samples of the fluvial channels, indicating the presence of bioclasts and rhizoconcretions fragments. The total organic matter is higher in the riverine channels and in the alluvial plain, being the areas with predominantly labile and refractory organic matter clearly distinguishable. Geochemical analysis showed an enrichment in heavy metals, mainly zinc and lead. The analysis of organic compounds of RM5 sample indicated the presence of phenols and cresols above the reference limits, according to the Dutch standards, and below the reference limit, according to the Ontario Rules. The physical-chemical parameters of the stream remained constant in the various campaigns, except for the salinity and dissolved oxygen. The former reflects the balance between the fresh water from the drainage basin and the ocean water and contributes to the stratification of the water body recorded in October. In March the water body was undersaturated in oxygen, changing to saturated and oversaturated in July and October. The pluvial effluents did not show significant amounts of organic compounds or metals. In the last 49 years, there were no major geomorphological changes in the study area, occurring only changes in the channel connecting the system to the sea, sometimes deflected northwards and sometimes being more linear.
Descrição: Tese de mestrado, Geologia do Ambiente, Riscos Geológicos e Ordenamento do Território, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10451/18122
Designação: Mestrado em Geologia do Ambiente, Riscos Geológicos e Ordenamento do Território
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc113808_tm_Inês_Nunes.pdf8,62 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.