Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18143
Título: Estratégias de coping, bem-estar psicológico e satisfação com a vida numa população de adolescentes institucionalizados
Autor: Pato, Ana Carina Batista
Orientador: Bizarro, Luísa Maria Gomes, 1959-
Palavras-chave: Coping
Bem-estar (Psicologia)
Satisfação com a vida
Adolescentes institucionalizados
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: O Coping é um conceito muito importante, que tem vindo a ser investigado ao longo dos anos e assume um papel essencial no desenvolvimento das crianças e dos adolescentes. Apesar das investigações que tem vindo a ser feitas, continua a verificar-se a presença de várias lacunas neste campo, principalmente no que diz respeito à integração das diferenças individuais, do contexto social e de outros fatores que possam contribuir para as diferenças no desenvolvimento do Coping. O objetivo primordial deste estudo é compreender numa amostra de 22 adolescentes a residir num centro de acolhimento temporário, como estes reagem quando expostos a situações de stress e como esta reação pode, por sua vez, estar relacionada com o bem-estar psicológico e a satisfação com a vida percecionadas pelo indivíduo. A recolha dos dados baseou-se em três questionários que foram respondidos pelos adolescentes, o Child Perceived Coping Questionnaire (Rossman, 1992; Rei, 2012), a Escala de Bem-Estar Psicológico para Adolescentes (Bizarro, 1999) e a Escala de Satisfação com a Vida (Diener, Emmons, Larsen & Griffin, 1985; Neto, 1993). Entre os resultados encontrados, destaca-se que a estratégia de Coping mais utilizada pelos adolescentes institucionalizados foi o Apoio dos Amigos, estando esta estratégia intimamente relacionada com um maior bem-estar psicológico e uma maior satisfação com a vida. Um outro resultado interessante foi o facto da estratégia Distração/Evitamento estar relacionada com a dimensão de bem-estar psicológico cognitivo-emocional positiva ao contrário do que seria esperado pela literatura (Compas, 1987), podendo este resultado estar relacionado com falta de controlabilidade do meio por parte destes adolescentes.
Coping is a very important concept which has been investigated over the years and plays an essential role in the development of children and adolescents. Despite the research that has been done, it’s still verifiable the presence of several gaps in this field, mainly when referring to the integration of individual differences, social context and other factors that may contribute to differences in the development of Coping. The primary objective of this study is to understand, in a sample of 22 adolescents residing in a temporary reception center, how they react when exposed to stressful situations and how this reaction can, in turn, be related to the psychological well-being and satisfaction with life perceived by the individual. The data collection was based on three questionnaires that were completed by the adolescents, the Child Perceived Coping Questionnaire (Rossman, 1992; Rei, 2012), the Scale of Psychological Well-Being for Adolescents (Bizarro, 1999) and the Satisfaction with Life Scale (Diener, Emmons, Larsen & Griffin, 1985; Neto, 1993). Among the findings, it is emphasized that the Coping strategy used by most of the institutionalized adolescents was the Support of Friends, being this particular strategy closely related to greater psychological well-being and greater life satisfaction. Another interesting result was the fact the distraction / avoidance strategy appearing to be related to the positive cognitive emotional dimension of psychological well-being, in contrast to what would be expected from the literature (Compas, 1987), possibly being due to the lack of controllability of the context by these adolescents.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicoterapia Cognitivo-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/18143
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie047196_tm.pdf1,46 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.