Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18259
Título: Desenvolvimento da identidade vocacional de jovens institucionalizados em centros educativos portugueses
Autor: Martins, Dulce Sofia Mendonça, 1978-
Orientador: Carvalho, Carolina, 1960-
Palavras-chave: Instituições de acolhimento
Jovens
Orientação profissional
Teses de doutoramento - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: Os contextos de vida atuais trazem desafios que renovaram o interesse da Psicologia da Educação pela investigação da identidade vocacional. A promoção de oportunidades para os jovens adquirirem conhecimento necessário à transição sustentada para a vida ativa, como sujeito e ator é um desses desafios. A presente investigação teve como objetivo estudar as características de identidade vocacional de jovens institucionalizados em cinco centros educativos portugueses. O design da investigação constituiu-se em dois estudos. No Estudo 1 realizou-se a vertente de estudo quantitativa, com a aplicação de uma ficha de caraterização sociodemográfica e da escala Dellas Identity Status Inventory-Occupation (DISI-O). Decorrente deste estudo realizou-se o Estudo 2, a vertente qualitativa, onde se efetuaram entrevistas semiestruturadas e a recolha documental da diversa documentação institucional dos jovens participantes. No Estudo 1 participaram 136 jovens, todos rapazes, com uma média de idades situada nos 16 anos, maioritariamente de nacionalidade portuguesa e em cumprimento de Medidas Tutelares Educativas em regime semiaberto. Os jovens frequentavam cursos de Educação e Formação de Adultos (EFA) de tipologia B3 para obtenção de equivalência ao 3º Ciclo do Ensino Básico, bem como para certificação de uma qualificação profissional. Os resultados do Estudo 1 revelam que os participantes percecionavam o seu desenvolvimento vocacional na dimensão Identidade em Moratória. Uma etapa do desenvolvimento marcada por um período de exploração das questões da identidade, manifestando pouco investimento e dificuldade em fazer escolhas sobre uma profissão futura. Esta fase é posta em evidência no Estudo 2. No estudo 2, na análise do discurso dos 15 jovens entrevistados, encontraram-se vozes reveladoras da inexistência de práticas de orientação vocacional nos centros educativos e de cursos pouco apelativos para a exploração e investimento vocacional. Os professores através do feedback que proporcionam foram considerados como agentes educativos influentes na orientação vocacional dos jovens.
Present life challenges have renewed the interest of Educational Psychology for vocational identity research. The promotion of opportunities for the youth to acquire the necessary knowledge for a sustained transition to work life, as subject and actors, is one of those challenges. The aim for this research is to study the vocational identity characteristics of institutionalized youngsters in five portuguese educational centers. The research design has been developed on two studies. Study 1, related to a quantitative analysis, done through the application of a socio-demographic characterization form as well as the Dellas Identity Status Inventory-Occupation scale (DISI-O). Sequentially, Study 2, a qualitative approach, with semi-structured interviews and documental research of diverse institutional documentation of the young participants. On Study 1 have participated 136 young males, with an average age of 16 years old, all institutionalized in five educational centers following legal decision, most of them in semi-open regime. The participants were attending courses of Adult Education and Training (EFA) of type B3 to obtain equivalency to the 3rd cycle of basic education, as well as professional certification. The results of Study 1 indicated that the participants perceived their vocational development in the Moratorium Identity (IM) dimension. A stage of development marked by exploration of identity issues and little investment and difficulties in making vocational choices. This phase is emphasized in Study 2. On Study 2, the speech of the 15 interviewed youngsters revealed lack of vocational guidance practices in the educational centers and the existence of non-appealing courses for vocational exploration and investment. Teachers, through the feedback they give, were considered influential educators in vocational guidance of these youngsters.
Descrição: Tese de doutoramento, Educação (Psicologia da Educação), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10451/18259
Designação: Doutoramento em Educação
Aparece nas colecções:IE - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd070720_td_Dulce_Martins.pdf3,6 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.