Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18276
Título: Diplomacy and oriental influence in the court of Cordoba (9th-10th centuries)
Autor: Cardoso, Elsa Raquel Fernandes
Orientador: Fernandes, Hermenegildo
Palavras-chave: Omíadas de Córdova
Córdova (Califado) - Relações - Império Bizantino
Al-Andaluz - História
Teses de mestrado - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: Esta dissertação pretende estudar as relações diplomáticas que Córdova, enquanto capital do al-Andalus, manteve com Bizâncio, os potentados cristãos da Península Ibérica e com as cortes da Europa ocidental desde o início do reinado do amīr ‘Abd al-Raḥmān II (822) até à morte do Califa al-Ḥakam II (976). Um dos seus principais objectivos consiste na articulação entre as intenções políticas destas trocas diplomáticas e as suas características cerimoniais. Para tal, será analisado o amplo quadro político do Mediterrâneo nos séculos IX e X, visto a partir do al-Andalus. Para o cerimonial a orientalização que o al-Andalus sofreu nesta época por influência de Bagdad será testada, recorrendo à comparação do cerimonial existente nas recepções diplomáticas das duas cortes. O protocolo cerimonial praticado na corte de Constantino VII Porphyrogennetos teve impacto similar na corte do al-Andalus e como tal será abordado nesta dissertação. O cerimonial exibido durante as recepções de embaixadores foi a consequência da burocratização da corte de Córdova, e simultaneamente uma causa do seu poder crescente, tendo sido o resultado da legitimidade omíada e ao mesmo tempo o seu criador. De facto, a orientalização não foi apenas um dos principais produtos da diplomacia, mas também uma das suas causas.
Abstract: This dissertation aims to study the diplomatic relations that Cordoba, as the capital of al-Andalus, kept with the Byzantine, Christian Iberian and Western European courts from the beginning of amīr ‘Abd al-Raḥmān II’s reign (822) until the death of Caliph al-Ḥakam II (976). Articulating the political intents of these diplomatic exchanges with its ceremonial features is one of its main goals. To achieve this purpose, a broader picture of the political situation of the Mediterranean in the 9th and 10th centuries is analysed, as seen by al-Andalus. For the ceremonial, the oriental influence from Baghdad that al-Andalus underwent at this time is tested by comparing the ceremonial prevailing in diplomatic receptions of both courts. Ceremonial protocol practiced in the court of Constantine VII Porphyrogennetos had also an impact in the court of al-Andalus and will be addressed in the dissertation. The ceremonial displayed during ambassadorial receptions was an outcome of the bureaucratization of the court of Cordoba, as it was also the cause of increasing power, being the result of the Umayyad legitimacy and at the same time creating it. Indeed, the oriental influence was not only one of the main products of diplomacy but also one of its causes.
URI: http://hdl.handle.net/10451/18276
Designação: Mestrado em História do Mediterrâneo Islâmico e Medieval
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl183083.pdf3,2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.