Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18343
Título: Leo Bassi: um bufão contemporâneo
Autor: Cabral, Leonor
Orientador: Serôdio, Maria Helena
Custódio, Nuno Pino
Palavras-chave: Bassi, Leo, 1952 - Crítica e interpretação
Bufão - Na arte
Teatro - Públicos
Teatro - séc.20-21
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: Esta dissertação tem como objecto de estudo a obra artística de Leo Bassi e analisa a forma como ele foi buscar à Idade Média a figura satírica e provocatória do bufão para a projectar na contemporaneidade, visando provocar no espectador uma experiência transformadora. A primeira parte da investigação debruça-se sobre a génese do seu trabalho que é referido a três vectores principais de influência: a sua genealogia circense de 170 anos, o encontro com a figura do bufão e as zonas estéticas fronteiriças ao seu trabalho, factores que ajudaram a fomentar o seu carácter transgressor. A segunda parte faz uma caracterização cuidada da sua obra artística, destacando o espectáculo Utopia. A terceira parte faz uma análise mais aprofundada dos mecanismos que motivam a utilização desta figura, nomeadamente os de ordem política, assim como os processos que ocorrem durante o acto teatral enquadrados na prática da performance teatral contemporânea. Esta investigação permite demonstrar como é que Leo Bassi consegue manter a essência irreverente e satírica do bufão na cena artística contemporânea através do seu activismo provocatório, criando momentos de extrema vitalidade na relação com o público. Mostra ainda como Leo Bassi questiona o passado, o presente e o futuro de uma forma radical e procura induzir no espectador um olhar crítico sobre a sociedade de hoje. Para esta investigação foi fundamental a consulta de jornais, entrevistas e editoriais sobre este artista na internet, o visionamento de imagens gravadas dos seus espectáculos, a pesquisa de bibliografia teórica e crítica sobre teatro, contemporaneidade e bufão, assim como a entrevista que lhe fiz em Setembro de 2013.
ABSTRACT: This thesis has as object of study the artistic work of Leo Bassi and analyses how he got from the middle ages the satirical and provocative figure of the buffon, to project it in contemporary times, aiming to provoke a transformative experience in the spectator. The first part of the investigation focuses on the genesis of his work referring to three main vectors of influence: his 170 years circus genealogy, the encounter with the figure of the buffon and the bordering aesthetic areas to his work, factors that have helped to promote his transgression character. The second part makes a careful characterization of his artistic work, highlighting the show Utopia. The third part goes deep in a more detailed analysis of Bassi’s mechanisms that motivate the use of this figure, including the political ones, as well as processes elapsed during the theatrical act framed within the practice of contemporary theatrical performance. This research demonstrates how Leo Bassi manages to keep the irreverent and satirical essence of the buffon in contemporary artistic scene through its provocative activism, creating moments of extreme vitality regarding the audience. Also shows how Leo Bassi questions radically the past, the present and the future aiming to induct in its spectactors a critical view of today’s society. For this dissertation it was crucial to consult newspapers, interviews and editorials on the internet; viewing recorded images of his performances; research on theoretical and critical literature about theatre, contemporaneity and buffon. Finally, I interviewed him in September 2013.
URI: http://hdl.handle.net/10451/18343
Designação: Mestrado em Estudos de Teatro
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl176637_tm.pdf1,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.