Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18424
Título: A percepção do apoio familiar na adaptabilidade e projetos vocacionais na adolescência
Autor: Fernandes, Francisca Falcão de Brito
Orientador: Janeiro, Isabel Nunes, 1960-
Palavras-chave: Adolescência
Desenvolvimento vocacional
Apoio familiar
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: O contexto familiar tem sido designado como o principal influenciador do desenvolvimento vocacional do jovem. A presente investigação insere-se no âmbito do aconselhamento vocacional e tem como propósito adaptar para a língua portuguesa a Family Influence Scale (FIS) e analisar a relação entre esta escala e os determinantes do desenvolvimento vocacional Adaptabilidade de Carreira e Perspectiva Temporal, assim como analisar a relação entre as diferentes sub-escalas da Adaptabilidade de Carreira e o género. Com vista a alcançar esse propósito, o presente estudo foi dividido em duas partes. Numa primeira parte foi feita a adaptação para língua portuguesa da escala americana Family Influence Scale sendo posteriormente explorada a relação entre esta escala e os determinantes do desenvolvimento vocacional. Participaram nesta investigação 151 estudantes que frequentavam o 9º ano de escolaridade numa escola pública portuguesa. A análise de componentes principais apontou a presença de quatro componentes com níveis de consistência interna adequados. Os resultados encontrados apoiaram a relação existente entre determinadas dimensões familiares e alguns indicadores de desenvolvimento vocacional. Assim, a percepção do apoio informativo mostrou estar positivamente relacionada com a preocupação de carreira e orientação para o futuro assim como com a curiosidade de carreira. O apoio financeiro relacionou-se positivamente apenas com uma orientação para o futuro. Por outro lado, as expectativas familiares correlacionaram-se negativamente com as dimensões da preocupação, curiosidade, e confiança de carreira. Por fim, a percepção das crenças e valores dos adolescentes demonstrou estar relacionada positivamente com a sub-escala consulta da adaptabilidade de carreira e relacionada negativamente com a sub-escala preocupação. Por fim, a investigação concluiu que as raparigas demonstraram estar mais preocupadas com o seu desenvolvimento vocacional do que os rapazes. Em termos gerais, neste estudo discutem-se as implicações dos resultados para a intervenção vocacional.
The family context has always been designated as the primary influencer of youth’s vocational development. This study aims to adapt the American Family Influence Scale to Portuguese language and analyse the relationship between this scale and the determinants involved in vocational development, career adaptability and temporal perspective, as well as to analyse the relationship between different sub-scales of career adaptability and variables such as gender. In order to achieve this purpose, this study was divided in two parts. Firstly was made the translation of the American Family Influence Scale to Portuguese language, and subsequently, the relationship between this scale and the determinants of vocational development was explored. In this study participated 151 students attending the 9th grade in a public Portuguese school. Principal components analysis indicated the presence of four components with adequate internal consistency, the same as in American version. The results supported the relationship between certain family dimensions and some determinants of vocational development. Thus, the perception about informational support was positively related to career concern and future orientation as well as curiosity. Financial support was related positively only as an orientation to the future. On the other hand, family expectations were negatively correlated with concern, curiosity and confidence. The perception of the beliefs and values of adolescents demonstrated to be positively related to sub-scale consultation in career adaptability and negatively related to sub-scale concern. Finally, this research demonstrated that girls tend to be more concerned with their vocational development than boys. This study discusses the implications of the results for vocational intervention.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia da Educação e da Orientação), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/18424
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie047282_tm.pdf918,92 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.