Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18454
Título: Estudo auxológico das crianças de Lisboa aos 7 anos
Autor: Piedade, António José da, 1954-
Orientador: Almaça, Carlos, 1934-2010
Susanne, Charles
Palavras-chave: Antropologia biológica
Auxologia
Teses de doutoramento - 2005
Data de Defesa: 2005
Resumo: A influência dos factores ambientais no crescimento físico é um fenómeno bem documentado na bibliografia. Para evidenciar a influência da diversidade das condições económicas e sociais no crescimento das crianças de Lisboa com 7 anos, nascidas em 1978, comparou-se a antropometria dos indivíduos de duas amostras, uma amostra aleatória das escolas oficiais de Lisboa (161 meninos e 149 meninas) e outra amostra de conveniência de escolas particulares (149 meninos e 94 meninas) todas de ascendência europeia. As crianças foram observadas, nas suas escolas, em duas ocasiões pelo mesmo observador. Efectuaram-se 34 mensurações, observou-se o estado de erupção dos dentes definitivos e a existência cáries dentárias e distribui-se um inquérito de auto-preenchimento sobre as condições de vida e hábitos das crianças. Uma análise de componentes principais possibilitou reduzir os parâmetros antropométricos ajustados à idade decimal de 7 anos a seis variáveis ortogonais. As crianças das escolas particulares e das escolas oficiais apresentam valores antropométricos mais elevados no sexo masculino, mas as diferenças entre as duas amostras é muito semelhante em qualquer dos sexos, com maior tamanho geral e dolicocefalia nas crianças das escolas particulares. Os indicadores antropométricos do estado nutricional revelaram um desajustamento significativo entre os valores de referência americanos de massa muscular e adiposidade e a população estudada. A erupção dos dentes ocorre de modo idêntico nas duas amostras começa a aparecer entre os 6 e os 7 anos no maxilar inferior e as meninas são ligeiramente precoces. A incidência de cárie é mais elevada nas crianças das escolas oficiais e aumenta com a idade. A informação dos inquéritos permitiu identificar casos em que crianças com condições socioeconómicas acima da média frequentavam escolas oficiais e crianças com condições socioeconómicas médias frequentavam escolas particulares, o que sugere que as diferenças observadas nas comparações entre as duas amostras podem ser mais acentuadas.
Environmental factors’ influence in child growth is well registered in the literature. To identify the influence of income and social conditions on the growth of the Lisbon’s children at 7 years of age (born in 1978), this study compares the anthropometry between contrasted samples: one random sample of Lisbon official schools (161 boys and 149 girls) and another convenience sample of private schools (149 boys and 94 girls) all of Portuguese European ancestry. The observations were made at the children’s schools, in two occasions by the same observer. 34 measurements were made, the definitive teeth state of eruption and the existence of dental caries were observed; a questionnaire about the children habits and life conditions was distributed. A principal components analysis reduced the anthropometric parameters adjusted to 7 years of decimal age to six orthogonal variables. The boys are significantly bigger than girls, but the differences between the samples have the same trend in both sexes: private school children are larger and has greater tendency to dolichocephaly. Anthropometric indicators of nutritional status reveal a significant discrepancy between the studied population values and the American reference of muscular mass and adiposity. Definitive teeth state of eruption was identical in the two samples. The permanent teeth starts to appear between the 6 and 7 years in the inferior maxilla, slightly sooner in the girls. The caries’ incidence was more frequent in the official school children and increases with the age. The inquiries information allowed identifying cases where children with socioeconomic conditions above of the average were found at the official schools and children with average socioeconomic conditions attend private schools, these situations suggest that the observed differences between the samples can be emphasised.
Descrição: Tese de doutoramento. Biologia (Antropologia Biológica). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2005
URI: http://hdl.handle.net/10451/18454
Designação: Doutoramento em Biologia (Antropologia Biológica)
Aparece nas colecções:FC - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc050197_td_antonio_piedade.pdf64,91 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.