Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18460
Título: Comemorações do 25 de Abril: política e memória (1975-1986)
Autor: Ramalho, Daniel Filipe Quinzerreis
Orientador: Matos, Sérgio Campos
Palavras-chave: Portugal - 1974 (Revolução)
Portugal - Política e governo - 1974-
Comemorações - Portugal - 1974-
Memória colectiva - Portugal - 1974-
Teses de mestrado - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: A presente dissertação de mestrado, intitulada Comemorações do 25 de Abril: Política e Memória (1975-1986), visa estudar as práticas comemorativas subjacentes ao 25 de Abril. Na análise que fizemos sobre as ritualizações desta efeméride, quisemos compreender como se processaram as comemorações, buscando linhas de continuidade em relação ao passado e/ou eventuais inovações introduzidas ao nível das práticas rituais associadas à rememoração histórica – ou seja, perceber que evolução houve na memorialização do passado, e que tipos de mensagem política que se tenha procurado, dessa forma, veicular. Os problemas centrais a que procuraremos dar resposta ao longo da nossa tese são, pois, os seguintes: Que transformações houve na memória do 25 de Abril? Quais as continuidades e inovações? Que figuras e acontecimentos históricos do passado foram evocados? Tendo em vista responder a estas perguntas, delimitámos o nosso objecto de estudo com duas balizas cronológicas bem definidas: a primeira, em 1975, marca o primeiro aniversário da revolução (simultâneo, aliás, da eleição da Assembleia Constituinte, encarregada de redigir o novo texto constitucional, aprovado cerca de um ano depois); a segunda, 1986, é justificada com a adesão de Portugal à então Comunidade Económica Europeia (C.E.E.), ponto de viragem significativo, de diversos pontos de vista, na história recente. Este estudo baseia-se sobretudo em periódicos de diferentes tendências – entre os quais destacamos o Diário de Lisboa, República, Jornal Novo, Expresso, O Dia ou O Diabo –, bem como memórias dos intervenientes e ainda documentários audiovisuais que foram produzidos sobre o período em causa.
Abstract: This MA thesis, entitled Comemorações do 25 de Abril: Política e Memória (1975-1986), aims to study the commemorative practices related to the Portuguese April 25th, 1974 Revolution. In our analysis concerning the ritualization of this historical event, we intended to understand how the historical celebrations were processed, seeking for some continuities and/or innovations regarding the ritual practices associated with the commemoration of a historical event – that is, to realise trends of evolution and/or stagnation in the memorialisation of the past, and if there was some kind of political message beyond it. The main issues we want to answer with this thesis are as follows: which transformations occurred in the memorialisation of the April 25th, 1974? Which were continuities and which were innovations? Which historical figures and events were remembered in this process? In order to answer these questions, we set up two well-defined dates: the first one (1975) marks the first anniversary of the revolution (at the same time that took place the election for the Constituent Assembly which draft the Portuguese constitutional text, ratified a year later); the second (1986) is justified with the accession of Portugal to the European Economic Community (EEC), important turning point, from several points of view, in recent history. This study is based mainly in some newspapers from different political angles – such as the Diário de Lisboa, República, Jornal Novo, Expresso, O Dia or O Diabo –, memories of the participants as well as some TV documentaries that have been produced about this period.
URI: http://hdl.handle.net/10451/18460
Designação: Mestrado em História (História moderna e contemporânea)
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl183090_tm.pdf910,99 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.