Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/1946

Título: Novos movimentos sociais: enquadramento e acção
Autor: Nunes, Joana Carolina Cardoso
Orientador: Lousada, Maria Alexandre,1956-
Palavras-chave: União de Mulheres Alternativa e Resposta
Organizações não governamentais
Associações femininas
Movimentos sociais - Portugal
Direitos das mulheres - Portugal
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Resumo: O presente estudo aborda a associação UMAR, actualmente conhecida como União de Mulheres Alternativa e Resposta, cujo trabalho está vocacionado para a luta em defesa dos direitos das mulheres. Criada em 1976, sob a designação de União de Mulheres Anti-Fascistas e Revolucionárias e com algumas influências de um partido político, UDP (União Democrática Popular), a UMAR sofre alterações de nome, embora mantendo o mesmo acrónimo. É por isso uma associação cuja luta, enquadrada em contextos sociais muito diversos, tem sido um longo processo constituído por várias etapas e subordinado a diferentes perspectivas. Para o assunto a investigar, formulámos a questão, definimos objectivos e recorremos a entrevistas realizadas a cinco membros que, ao longo do tempo, têm acompanhado a vida da associação. Partimos para um percurso, com a finalidade de perceber como se processa a vida desta associação não governamental, focalizando a nossa atenção nas implicações que advieram da transformação da UMAR em ONG. O trabalho desenvolve-se em três partes. Na primeira parte, a ênfase será dada aos conceitos fundamentais sobre os quais assenta o nosso estudo. A segunda parte desenvolve, essencialmente, aspectos diversificados que permitem conhecer em pormenor o objecto do nosso estudo. Na terceira parte, o enfoque recai no processo de tratamento de dados/ análise de conteúdo das entrevistas. Entre outras conclusões, é de sublinhar que a UMAR, enquanto organização não governamental feminista, tem cumprido o papel para o qual está vocacionada, ou seja, continua a sua “cruzada” pela elevação do estatuto da mulher. Para esta tarefa muito contribuiu a sua inserção nos Novos Movimentos Sociais, assim como a sua passagem a ONG acompanhada de benefícios financeiros e de um reconhecimento nacional e internacional.
The present study approaches the association UMAR, nowadays known as Union of Women Alternative and Answer, whose work focuses on fighting for women’s rights. Created in 1976, under the name of Union of Anti-Fascist and Revolutionary Women, it was influenced by a politicaparty, UDP (Popular Democratic Union). Afterwards UMAR changes its name, although it keeps the same sigla. That’s why its fight, which takes place in very diverse social contexts, has been a long process with different views, constituted by several steps. In order to investigate this subject, we formulated a question, defined some aims and made interviews to five members who, as time went on, have accompanied the life of the association. We set off with the aim of understanding the life of this non – governmental organization, focusing our attention on implications which resulted in the transformation of UMAR into an NGO. This work develops in three parts. In the first part, the emphasis will be given to the essential concepts in which our study is established. The second part develops, essentially, diversified aspects which allow us to know with details the object of our study. In the third part, we analyse the interviews so that we can treat their information. Finally, we should underline UMAR, a feminist non – governmental organization, has been accomplishing its role, which means UMAR continues its crusade in order to achieve the best statute for women.
Descrição: Tese de mestrado, Cultura e Sociedade na Europa, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/1946
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfl078282_tm_anexos.pdfAnexos30,24 MBAdobe PDFView/Open
ulfl078282_tm_bibliografia.pdfBibliografia51,38 kBAdobe PDFView/Open
ulfl078282_tm.pdfTese691,33 kBAdobe PDFView/Open
ulfl078282_tm_indice.pdfÍndice58,13 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia