Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/1999
Título: A Mocidade Portuguesa Feminina no Liceu Nacional Infanta D. Maria de Coimbra: contributo para o estudo da educação em Portugal
Autor: Pedro, Isabel Maria Henriques
Orientador: Leal, Ernesto Castro,1957-
Monteiro, Miguel Maria Santos Correia,1951-
Palavras-chave: Portugal.Mocidade Portuguesa Feminina
Liceu Nacional Infanta Dona Maria - Coimbra
História da educação - Portugal - séc.20
Teses de mestrado - 2010
Data de Defesa: 2010
Resumo: Esta dissertação de Mestrado tem como objecto de estudo A Mocidade Portuguesa Feminina no Liceu Nacional Infanta D. Maria de Coimbra (1948-1974) e de que forma ela formou, educou e preparou para a vida as jovens que ali estudaram. As instituições de ensino e formação foram criadas pelo poder central, de acordo com a ideologia subjacente às politicas educativas e destinadas à aplicação dos programas de ensino, elaborados segundo finalidades pré-definidas, para que os objectivos traçados sejam atingidos, mas é a cada Escola que cabe a operacionalização do que é determinado superiormente. Aqui reside a diferença, o carisma, aquilo que define uma boa escola das outras. Foi a forma como o Liceu Infanta D. Maria pôs em prática as determinações superiores, enquanto Liceu e Centro da Mocidade Portuguesa Feminina que tornaram aquela instituição de ensino, uma Escola de referência naquela cidade e no país. As Professoras, conscientes do seu papel enquanto transmissoras de conhecimentos e de valores, orientadas pela reitora, tudo faziam dentro e fora da sala de aula para que as alunas terminassem cada ano com sucesso. Muitas sentiam orgulho em pertencerem ao Infanta. Nasceu com aquele nome em 1919, continuando Escola Secundária Infanta D. Maria após a Revolução de Abril de 1974 e desde a sua fundação, ensinou e educou várias gerações de jovens, que transformou em mulheres educadas e patriotas.
This dissertation analyses the role played by the Portuguese Youth Organization for Girls «Mocidade Portuguesa Feminina» at the Liceu Infanta D. Maria (1948-1974) and how it taught, educated and prepared for life the girls who studied there. Schools were created by the government according to the ideology underlying the educational policies and targeting the implementation of educational programmes, after the goals previously set, so that the aims are achieved, although each school operationalizes what has been determined. Here lies the difference, the charisma that separates a good school from the others. This was the way the High School «Infanta Dona Maria» put into practice the governmental decisions, as a High School and a Centre of the Portuguese Youth Organization for Girls that turned this institution into a school of reference not only in the city but throughout the country. The teachers, well aware of their role of passing knowledge and values and driven by the Principal, did everything they could in and outside the classroom to help students finish every school year successfully. Many of them feeling proud to belong to the «Infanta».The school «Liceu Infanta Dona Maria» was born in 1919, becoming «Escola Secundária Infanta Dona Maria» shortly after the April Revolution (1974). Since its foundation, many generations of young women were taught there and became educated and patriotic women.
Descrição: Tese de mestrado, Didática da História, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/1999
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl080133_tm.pdfTese54,84 MBAdobe PDFVer/Abrir
ulfl080133_tm_folha de rosto.pdfFolha de rosto13,27 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.