Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20191
Título: Microviscosidade da membrana eritrocitária, hemoglobina glicosilada e glicoproteínas séricas em diabéticos não-insulino-dependentes
Outros títulos: Microviscosity of the erythrocyte membrane, glycosylated hemoglobin, and serum glycoproteins in non-insulin-dependent diabetics
Autor: Proença, M. Carlota
Martins, J. M.
Martins e Silva, J.
Data: 1983
Editora: Ordem dos Médicos
Citação: Acta Médica Portuguesa 1983; Vol 4, No 11-12 : 479-482
Resumo: Em 24 diabéticos ambulatórios não-insulino-dependentes de ambos os sexos (10 mulheres e 14 homens), com 58 ± 11 anos de idade média e em 20 controlos saudáveis de idade semelhante foram determinados os valores da glicose plasmática em jejum, hemoglobina glicosilada total (HbA1), glicoproteínas séricas e microviscosidade da membrana eritrocitária. No grupo de diabéticos observou-se aumento muito significativo (p <0,001) da glicémia, HbA1 e glicoproteínas séricas e elevação também significativa (p <0,0l) para a microviscosidade da membrana. O aumento da HbA1 dependeria da glicémia (p < 0,001) e correlacionava-se com as glicoproteínas séricas (p <0,01). Entretanto não se observou correlação entre a glicémia e os valores das glicoproteínas ou microviscosidade; esta variava negativamente (p <0,05) com a concentração de glicoproteínas séricas e também com a taxa de HbA1 (p <0,01). Os resultados obtidos parecem confirmar o aumento da glicosilacao das proteínas séricas e hemoglobina na diabetes descompensadas, o que talvez possa revelar-se influente no comportamento reológico do sangue ao afectar a microviscosidade da membrana eritrocitária.
Twenty-four non-acidotic, non-insulin-dependent diabetics of both sexes (10 females and 14 males), mean age 58 } 11 years, and 20 healthy controls of similar ages volunteered for this study. The degree of diabetic control was assessed by fasting plasma glucose and haemoglobin A1 (HbA1) levels. Serum glycoproteins (SGP) and red cell membrane microviscosity were also determined. The mean values of glucose, HbA1 and SGP were all very significantly (p < 0.001) elevated. Significantly (p <0.01) higher levels of membrane microviscosity were observed. HbA1 was highly correlated with glucose (p <0.001) and SGP (p <0.01). No significant correlation existed between glucose and SOP or membrane microviscosity. However, a slight negative correlation (p 0.05) was observed between membrane rnicroviscosity and SOP and also with HbA1 (p <0.01). These results would confirm the enhanced glycosylation of serum and hemoglobin in uncontrolled diabetes and suggest an interdependence between these variables and red cell membrane microviscosity, perhaps with influence on erythrocyte rheological behaviour.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/20191
http://www.actamedicaportuguesa.com/revista/index.php/amp/issue/view/284
ISSN: 1646-0758
Aparece nas colecções:FM-IB-Artigos em Revistas Nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Microviscosity_erythrocyte.pdf311,17 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.