Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20197
Título: O modelo hapa como preditor do uso do fio dentário
Autor: Nunes, Mafalda de Lima e Silva dos Santos
Orientador: Alvarez, Maria João, 1963-
Palavras-chave: Fio dentário
Saúde oral
Adultos
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: O presente estudo procurou investigar a aplicabilidade do modelo HAPA (Health Action Process Approach) ao comportamento de uso do fio dentário em adultos com sintomas de gengivite. Pretendeu-se, também, verificar quais as variáveis do modelo que têm mais impacto, ou seja, que melhor predizem a intenção, o planeamento e o comportamento de utilização do fio dentário e por fim, contribuir para a revisão de literatura sobre os efeitos das mensagens de texto ao serviço dos comportamentos de saúde, assim como os factores mais relevantes a ter em conta na construção das mesmas. O estudo teve um design longitudinal e foi composto por 58 participantes no primeiro momento (T1), 42 participantes no segundo momento (T2) e 31 participantes no terceiro momento (T3) ao longo de 1 mês e meio. A amostra em estudo foi composta por participantes do sexo feminino, 37 mulheres e 21 homens, com uma faixa etária que variou entre os 19 e os 72 anos. A análise de equações estruturais através do método de bootstrapping permitiu concluir que a auto-eficácia de ação, em T1, é preditora da intenção em T2 e que a mesma variável e a intenção em T1 são preditoras do planeamento em T2. Uma análise de regressão linear múltipla com recurso a bootstrapping demonstrou ser o planeamento de ação um bom preditor do comportamento do uso do fio dentário em T3. Deste modo, os modelos propostos para a predição da intenção e do planeamento mostraram ser explicativos para as variáveis em estudo, assim como o planeamento de ação mostrou ser preditor do uso do fio dentário, podendo assim afirmar-se que variáveis do modelo HAPA ajudam a explicar este comportamento. Seria pertinente que possíveis intervenções trabalhassem a auto-eficácia de acção para o aumento da motivação e as expectativas de resultado e a intenção comportamental para impulsionar o planeamento do uso do fio dentário. Estudos futuros deverão investigar o papel do planeamento da acção como variável causal e não meramente correlacional do uso do fio dentário, tendo se possível o cuidado de envolver participantes saudáveis, cumprindo deste modo um carácter mais preventivo.
The present study sought to investigate the applicability of the HAPA model (Health Action Process Approach) to the behavior of flossing in adults with symptoms of gingivitis. It was intended to also check which model variables have the most impact, ie, that best predict intention and behavior for using the dental floss. It also aimed to contribute to the literature review on the effects of text messaging serving the health behaviors, as well as the most relevant factors to consider in building the messages. The study had a longitudinal design and was composed of 58 participants in time 1 (T1), 42 participants in time 2 (T2) and 31 participants in time 3 (T3) over 1 month and a half. The study sample consisted of 37 women and 21 men aged between 19 and 72 years. The analysis of structural equations by the method of bootstrapping showed that action self-efficacy in T1, was a predictor of intention in T2 and that the same variable and the intention at T1 were predictors of planning in T2. A multiple linear regression analysis using bootstrapping showed action planning as a good predictor of flossing behavior in T3. Thus, the models proposed for the prediction of intention and planning proved to be explanatory under study, as well as the action planning proved to be a predictor of flossing. It can be stated that the HAPA model variables help explaining intention, planning and flossing behavior. Interventions should explore action self-efficacy to increase the motivation for flossing, and outcome expectations and behavioral intention to boost planning. Further studies should investigate the role of the action planning as a causal and not merely correlative variable of flossing, if possible taking care to engage healthy subjects, fulfilling a more preventive approach.
Descrição: Tese de Mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia da Educação e da Orientação), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/20197
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie047331_tm.pdf785,63 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.