Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20258
Título: Polaridades dialécticas das necessidades psicológicas : perfis de discrepâncias e relação com a sintomatologia
Autor: Barcelos, Elisabel Maria Soares
Orientador: Vasco, António Branco, 1955-
Palavras-chave: Necessidades psicológicas
Personalidade
Semiologia (Medicina)
Complementaridade paradigmática
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: A presente investigação enquadra-se no Modelo de Complementaridade Paradigmática (MCP), que postula a influência da regulação da satisfação das necessidades psicológicas no bem-estar e distress psicológicos e no desenvolvimento de sintomatologia. Baseada na concepção de que as discrepâncias das necessidades estão na base do desenvolvimento de padrões de personalidade não-adaptativos, foi criada pela primeira a Escala de Perfis de Discrepâncias das Necessidades (EPDN). Pretendeuse analisar as qualidades psicométricas da EPDN, estudar as suas inter-correlações e a sua relação com a capacidade de regulação da satisfação das necessidades e com a sintomatologia. Para avaliar as respectivas variáveis foi criada uma plataforma online onde foram aplicados a EPDN, ERSN-57 e o BSI, a uma amostra global de 312 adultos. Os resultados apoiaram a consistência interna da EPDN e revelaram relações positivas entre os perfis e destes com a sintomatologia, com excepção dos perfis +Prazer/-Dor, +Coerência/-Incoerência e +Autoestima/-Autocrítica, com relações negativas. Demonstraram relações negativas entre os perfis e a capacidade de regulação das necessidades, exceptuando-se +Prazer/-Dor, +Coerência/-Incoerência e +Autoestima/- Autocrítica com relações positivas. A EPDN revelou-se mais preditiva da sintomatologia, comparativamente à ERSN, e, os indivíduos perturbados apresentaram níveis superiores nos perfis, com excepção de +Coerência/-Incoerência e +Autoestima/- Autocrítica. Os níveis de sintomatologia foram superiores nos indivíduos com elevado grau de perfil geral e baixa regulação geral. Por último, regra geral, os níveis superiores de perfil registaram-se, primeiramente, nos indivíduos com baixa regulação nos dois polos de necessidades e, posteriormente, nos indivíduos com discrepâncias nos polos. Estes resultados validam a teoria da perturbação do MCP, realçando o contributo da desregulação das necessidades para o desenvolvimento de perturbação da personalidade e sintomatologia, e trazem implicações clínicas relativamente ao aumento da consciência do eventual funcionamento desajustado dos perfis +Prazer/-Dor, +Coerência/-Incoerência e +Autoestima/-Autocrítica.
This research is framed by the Paradigmatic Complementarity Model (MCP) that postulates the influence of the regulation of psychological needs satisfaction on the psychological well-being, psychological distress and symptomatology development. Based on the conception that needs discrepancies underlie the development of maladaptive personality patterns, it was firstly created the Needs Discrepancies Profiles Scale (EPDN) in order to analyze the EPDN psychometric qualities and to study its intercorrelations and relationships with the regulation of psychological needs satisfaction and symptomatology. To assess these variables, it was created an online platform where the EPDN, ERSN-57 and BSI were applied to a global sample of 312 adults. The results supported the EPDN internal consistency, furthermore, revealed positive relations into the profiles and among those and symptomatology, only with the exception of +Pleasure/-Pain, +Coherence/-Incoherence and +Self-esteem/-Selfcriticism profiles which revealed negative relations. The results demonstrated, also, negative relations between profiles and the regulation of psychological needs satisfaction, excepting on +Pleasure/-Pain, +Coherence/-Incoherence and +Selfesteem/- Self-criticism profiles that showed positive relations. EPDN was more predictive of symptomatology than ERSN and the individuals “with disorder” showed the highest profiles’ levels, excepting +Coherence/-Incoherence and +self-esteem/-selfcriticism. The highest symptomatology levels were present on the individuals with high degree of global profile levels and low degree of global regulation levels. Finally, in general, the highest profiles’ levels were first recorded on the individuals with low degree of regulation in both needs polarities and then in the individuals with polarities needs discrepancies. These results validate the MCP disorder theory, highlighting the contribution of psychological needs deregulation for personality disorders and symptomatology development, furthermore, these results bring clinical implications on increasing the awareness of the eventual maladjustment of +Pleasure/-Pain, +Coherence/-Incoherence and +Self-esteem/-Self-criticism profiles functioning.
Descrição: Tese de Mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/20258
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie047388_tm.pdf1,85 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.