Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20306
Título: Para a compreensão da sustentabilidade da autoavaliação das escolas : um estudo de caso múltiplo em escolas públicas portuguesas
Autor: Guerreiro, Helder Lopo, 1960-
Orientador: Curado, Ana Paula, 1952-
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: A efemeridade da autoavaliação institucional, na generalidade das escolas, constitui um alerta para a falta de sustentabilidade de tais práticas. Ainda assim, é possível identificar escolas que desenvolvem uma autoavaliação durável. A justificação para tal encontramo-la em fatores de sustentabilidade, identificáveis na literatura e através da observação de situações reais. O problema da nossa investigação é, pois, a compreensão da sustentabilidade da autoavaliação de escolas. O seu objeto principal - a sustentabilidade da autoavaliação de escolas - levou-nos primeiro a uma incursão no fenómeno da durabilidade, ele próprio, frequentemente, um resultado de estratégias de sustentáveis. Partindo da questão Como se organiza, como funciona e o que resulta das práticas de autoavaliação sustentável das escolas? desenhámos uma investigação onde pudéssemos encontrar respostas à nossa questão e, deste modo, nos permitisse compreender e explicar melhor o problema. Como estratégia de investigação escolhemos o estudo de caso múltiplo e um modelo de análise que nos orientasse na recolha e organização de informação relevante. Como métodos privilegiámos as entrevistas e a análise documental. O estudo desenvolveu-se em três escolas de um mesmo concelho. Foi recolhida a informação necessária à construção das narrativas, ao mesmo tempo que identificámos duas situações críticas em cada uma das escolas, que tivessem posto à prova a continuidade e, logo, a durabilidade da autoavaliação. As narrativas e os episódios críticos constituíram a ‘matéria-prima’ que trabalhámos e interpretámos à luz da literatura e do conhecimento construído sobre o objeto da investigação. Desta interpretação nasceram os perfis de durabilidade, que contêm fatores de sustentabilidade da autoavaliação institucional das escolas, designadamente ações e estratégias que identificámos. Entre eles, vamos encontrar a institucionalização da autoavaliação, o seu sentido utilitário, a consensualização ou o alinhamento temporal com o mandato da Direção.
The ephemeral institutional self-evaluation in most schools draws our attention to the lack of sustainability of such practices. And yet it is possible to find schools with lasting self-evaluation. The reasons for that can be found in sustainability factors liable to be identified both in the literature and when observing real situations. Our research problem is the understanding of the sustainability of school selfevaluation. Its main target - the sustainability - led us firstly to an incursion into the phenomenon of durability, which is a consequence of sustainable strategies very often. Departing from the research question How is it organized, how does it work and what are the results of sustainable practices of school self-evaluation? we designed a research where we could find answers to our question, thus enabling us to understand and better explain the research problem. As research strategy, we chose the multiple case study built on the analysis framework that could guide us to find and organize relevant information. As privileged methods we used interviews and document analysis. The case study was undertaken in three schools within the same municipality. The information collected from each school allowed us to write narratives, while identifying two critical episodes that threatened the continuity and durability of selfevaluation in each school. The narratives and the critical episodes were the ‘raw material’ that we worked out and interpreted in light of the literature and the knowledge built upon the research object. This interpretation gave origin to durability profiles, which encompass the school self-evaluation sustainability factors that contributed to ensure a lasting school institutional evaluation. Among them we can find the institutionalization of selfevaluation, its utilitarian side, the consensus and its time alignment with the mandate of the Headship.
Descrição: Tese de doutoramento, Educação (Avaliação em Educação), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10451/20306
Designação: Doutoramento em Educação
Aparece nas colecções:IE - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd071478_td_vol_1.pdfVol 11,94 MBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd071478_td_vol_2_anexos.pdfVol 2 - Anexos1,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.