Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20317
Título: O pintor da vida moderna a evolução do corpo e do espaço na cinematografia de David Fincher
Autor: Henriques, João Alexandre Pereira
Orientador: Guerreiro, Fernando
Palavras-chave: Fincher, David, 1962 - Crítica e interpretação
Cinema Estados Unidos séc.20-21 - História e crítica
Cinema - Inovações
Corpo humano - Na arte
Espaço - Na arte
Cinema digital
Teses de mestrado - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: A dissertação O Pintor da Vida Moderna - A evolução do corpo e do espaço na cinematografia de David Fincher tem por objecto a obra cinematográfica do realizador americano David Fincher, assim como os videoclips e spots publicitários da sua autoria. Este trabalho pretende identificar temas recorrentes na obra do realizador e "traçar" um sentido evolutivo da sua obra, sobretudo a partir da análise à evolução do corpo e do espaço nos filmes do autor. A dissertação atentará também à dimensão referencial patente nos filmes de Fincher, que se relacionam com outras obras da história do cinema (e de outras áreas) pela citação de determinadas cenas (através da mise-en-scène). Serão ainda tidos em conta aspectos relacionados com a "maquinaria" cinematográfica, ou com os processos de captação e edição de imagens, nomeadamente no respeitante ao impacto da tecnologia digital na sua obra, e à forma como a narrativa dos seus filmes espelhará essa transição (da tecnologia analógica para a tecnologia digital). A análise directa dos filmes será secundada por estudos dedicados por diversos autores a David Fincher, assim como por pareceres da crítica cinematográfica em relação à sua obra. O corpo de estudo será ainda alargado às obras literárias de que partiram alguns dos filmes (nomeadamente a obra de Stieg Larsson que serviu de base ao filme The Girl With a Dragon Tattoo) ou a obras de referência no que respeita a estudos de cinema (de que é exemplo o livro A Imagem-Tempo, de Deleuze).
Abstract: The dissertation entitled Modern Life Painter – The evolution of body and space in David Fincher’s cinematography focuses on the American film-maker’s cinematographic work as well as his videoclips and advertising spots. This work aims to identify recurring themes and disclose an evolutionary pattern in the filmmaker’s career, mainly through an analysis of the evolution of body and space in the author’s films. The dissertation also considers the referential dimension manifest in Fincher’s cinema, that is, we acknowledge that the author articulates his films with cinematic history (and other areas as well) by quoting specific scenes through the use of mise-en-scène. Furthermore, we take into account issues related to the film-making process or the image recording and editing process, namely regarding the impact of digital technology in his work, and the way in which the films’ narrative mirrors the transition from analog to digital technology. Direct film analysis will be reinforced by a literary review of past studies and critiques focussed on David Fincher’s work. Moreover, the object of study will be extended to include the literary work that formed the basis to some of the author’s films (namely Stieg Larsson’s book The Girl With a Dragon Tattoo) and to authoritative work regarding cinema studies (for instance Deleuze’s The Time-image).
URI: http://hdl.handle.net/10451/20317
Designação: Mestrado em Estudos Comparatistas
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl175424_tm.pdf4,52 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.