Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20370
Título: Do gesto na arte à arte do gesto: fenomenologia do processo de emergência da performance
Autor: Madeira, Ana Augusto
Orientador: Lapa, Pedro
Palavras-chave: Artes performativas - Filosofia
Arte corporal - Filosofia
Teses de Mestrado - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: A presente dissertação visa avançar na compreensão do processo de emergência da Performance, através da sistematização das instâncias históricas subjacentes ao processo de significação artística do gesto e do corpo, e, bem assim, da caracterização da base concetual de problematização estética aí gerada. A Performance emerge de um intrincado processo de hibridação das expressões artísticas em que o gesto – literal e/ou simbólico –, e o corpo – físico e/ou psicológico –, foram solicitados como forma de reflexão estética. A problematização concetual, na instauração das noções de inclusão e/ou apropriação (em detrimento das noções de exclusão e/ou figuração) nas instâncias criativas da obra de arte, resultaria, com a vanguarda histórica, como paradigma de resposta a questões de índole diversa – plástica, ontológica, epistemológica e institucional – decorrentes dessa crise das belas artes. Com efeito, em face da perda de significância histórica do gesto inerente a cada métier específico, o facto significante seria antes um gesto-outro, de entre o qual, uma arte do gesto, isto é, o gesto literal. Embora extraída de uma ampla dispersão cronológica, geográfica e disciplinar, a genealogia da Performance claramente se revela como expressão paradigmática da neo-vanguarda, conquanto, atravessando a estética expressionista abstrata – nos resultados estéticos que produziu, como o happening ou a expressão gutai –, a estética conceptual – na esteira dos instrumentos potenciados quer pela matriz duchampiana, quer pela matriz surrealista –, a estética minimalista – no pressuposto da presença fenomenológica –, já numa fase-limite de autonomização artística, uma estética assumidamente performativa – na problematização dos pressupostos de temporalidade, espacialidade, presença e ação –, e a estética da body-art, conclui a história da problematização do médium (seus constituintes materiais) e, bem assim, das variantes da sua perceção (condições espaciais e bases corpóreas).
Abstract: This dissertation aims at progressing towards the understanding of the Performance emerging process, through the systematisation of the underlying historical instances of the gesture and the body’s artistic significance, as well as the characterization of the aesthetics questioning conceptual basis. The Performance emerges from an intricate hybridisation process of the artistic expressions where the gesture – literal and/or symbolic – and the body – physical and/or psychological – were pulled as a form of aesthetical thinking. The conceptual meaning, based on inclusion and/or appropriation notions (instead of exclusion and/or figuration) of the work of art´s creative instances, would result, with the historical vanguard, in a paradigmatic response to different questions – plastic, ontological, epistemological and institutional – arising from such fine art’s crisis. Indeed, as the gesture inherent to each specific métier loses its historical significance, the meaningful fact should rather be a gesture-other, including an art of the gesture, that is, the literal gesture. Although born from a wide chronological, geographical and thematic dispersion, the Performance genealogy reveals itself clearly as a paradigmatic expression of the neo vanguard, since, by crossing the abstract expressionistic aesthetics (on the aesthetical results achieved, as the happening or the gutai expression), the conceptual expression (in the wake of the instruments powered by the duchampian or the surrealistic matrix), the minimalist aesthetics (under the assumption of the phenomenological presence – already in the edge of an artistic autonomy, an assumed performative aesthetics – in the questioning of the temporality, spatiality, presence and action assumptions) and the body art aesthetics, it completes the history of the medium questioning (its material constituents) and of its perception variants (spatial conditions and body bases).
URI: http://hdl.handle.net/10451/20370
Designação: Mestrado em Arte, Património e Teoria do Restauro
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl179123_tm_capas_resumos_índice_agrad.pdf198,23 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulfl179123_tm.pdf729,87 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.