Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20427
Título: Exchange Dublin an unvitation to the city
Autor: Oliveira, Cátia Alexandra Sobrinho de
Orientador: Ferreira, Carlos Cardoso
Palavras-chave: Geografia económica - Turismo - Dublin (Irlanda)
Turismo - cidades - comunicação
Exchange Dublin - centro de artes colectivas - Temple Bar (Dublin, Irlanda)
Relatórios de estágio - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: O presente relatório de estágio diz respeito ao trabalho final do Mestrado em Turismo e Comunicação, ministrado em parceria pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, pela Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril e pelo Instituto de Geografia e Ordenamento do Território. O estágio em questão foi realizado ao abrigo do protocolo “Erasmus – Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida” e teve lugar em Dublin, na Irlanda. “Exchange Dublin – An Invitation to the City” retrata a realidade de um centro de artes colectivas sem fins lucrativos em Temple Bar, Dublin. A Exchange Dublin tem como tema central as actividades artísticas e culturais, sendo que disponibiliza um espaço livre para a realização de exposições de arte e do mais variado tipo de eventos, tais como concertos musicais, exibições de filmes e documentários, peças de teatro e artes performativas, oficinas de arte, música, fotografia, entre outros, mercados de artesanato, conferências e painéis de discussão dos mais variados temas, aulas de arte, dança, fitness, yoga e meditação, entre outros, e reuniões de grupos temáticos, cujos temas centrais se focam, por exemplo, em poesia, literatura, fotografia, videojogos, audiovisual, cultura popular, música, entre outros. Estas exibições de arte e multiplicidade de eventos culturais são gratuitos e abertos ao público em geral. Esta é a forma que a organização encontrou para democratizar o acesso à arte e à cultura, como partes quintessenciais da vida e da educação das pessoas, tanto para o público como para os artistas. O público vê o seu acesso à arte e à cultura facilitado e o seu gosto pelas mesmas estimulado e os artistas conseguem uma oportunidade única de exibir o seu trabalho e demonstrar o seu talento sem serem julgados ou discriminados. Isto porque é muito difícil para certos artistas, em especial aqueles em começo de carreira, ter acesso a espaços de exibição em galerias de arte, as quais geralmente discriminam certos artistas pelo seu tipo de arte, idade ou estatuto socio-económico. Para além de constituir uma rampa de lançamento para novos artistas, dando-lhes a possibilidade de contacto directo com o público, de forma gratuita ou de acordo com as suas possibilidades económicas e de promover a disseminação de novos e mais alternativos tipos de arte, a Exchange Dublin também desempenha um papel crucial no suporte e promoção da qualidade de vida das comunidades menos favorecidas da cidade. Sendo apologista de valores como a igualdade, a equidade e a inclusão, a Exchange Dublin não discrimina as comunidades de sem-abrigos ou de jovens em risco e tenta contribuir para a sua reinserção social através da arte, da cultura e da criatividade. Este é um espaço inovador localizado no chamado distrito cultural de Dublin – Temple Bar. Sendo esta zona o ponto de maior concentração turística na cidade, pareceu-me uma óptima escolha para fazer o meu estágio. O meu intuito à partida era perceber até que ponto a Exchange Dublin tinha potencial turístico e qual a sua relevância no sector turístico e, caso esta não se manifestasse, tentar mudar essa situação. Para além disso, e a pedido da Exchange Dublin aquando do meu contacto inicial, um dos principais objectivos durante a minha estadia consistiria em fazer um estudo do perfil do público que visita a organização, de forma a que estes conseguissem comunicar de maneira mais eficiente e direccionada ao seu público-alvo. No decorrer deste relatório, a organização será analisada em pormenor, assim como a minha contribuição para a mesma durante os cinco meses de estágio que lá realizei. Farei uma análise em detalhe de alguns factores de destaque desta organização, nomeadamente: i) o seu papel sociocultural, abordando os contributos e benefícios de ter este espaço aberto para a comunidade; ii) os seus recursos humanos e estrutura organizacional, no qual falo acerca das implicações de ter uma organização formada exclusivamente por voluntários e de alguns dos problemas centrais na estrutura da organização; iii) da sua localização privilegiada em Temple Bar – zona conhecida pelo seu forte teor cultural e por ser o distrito turístico de Dublin por excelência – e do potencial que a mesma tem para expandir o público da Exchange Dublin, nomeadamente no mercado turístico; iv) da sua comunicação, os meios que utiliza e a forma como essa comunicação é produzida e transmitida ao público. No seguimento desta análise mais profunda é abordado o actual contexto de crise que a organização está a atravessar com a ameaça de que o espaço seja encerrado. Seguidamente, serão apresentadas em pormenor as metodologias de investigação que utilizei na realização deste estudo, as quais consistem em: i) revisão de literatura, designadamente sobre aspectos relacionados com a realidade turística na Irlanda, em Dublin e em Temple Bar, abordando tópicos relativos ao turismo urbano e cultural e à reabilitação urbana enquanto meio de desenvolvimento turístico; ii) entrevistas institucionais e a voluntários da Exchange Dublin; iii) inquérito por questionário aos visitantes da Exchange Dublin. Neste tópico, destacam-se os principais projectos que desenvolvi na organização, nomeadamente o portefólio de voluntários internacionais que criei com o intuito de atrair mais voluntários para o espaço e passar uma imagem positiva do mesmo, e o estudo do perfil do público da organização, feito através do questionário aplicado aos visitantes da Exchange Dublin. Os resultados deste estudo são, subsequentemente, apresentados e conclusões são apuradas acerca do perfil demográfico, bem como acerca dos hábitos e preferências do público no que diz respeito à utilização do espaço – a frequência com que os visitantes vão à Exchange Dublin; quais são os tipos de eventos preferidos do público; se o público consideraria o espaço caso pretendesse organizar um evento ou exposição de arte na cidade e se recomendaria o espaço a amigos ou conhecidos na mesma situação. Apurar-se-ão ainda as suas opiniões e preferências relativamente à forma como a Exchange Dublin comunica – qual o método através do qual tomaram conhecimento da existência da Exchange Dublin; quais os meios de comunicação predilectos para receber informação acerca da organização e dos eventos e exibições de arte vindouros, bem como a frequência com que querem que esses conteúdos sejam actualizados e se acham que a Exchange Dublin deveria ser incluída nos guias turísticos da cidade. Por fim, tirar-se-ão conclusões acerca das atitudes e percepções do público relativamente à organização: – se considerariam ser voluntários na Exchange Dublin; se concordam com o sistema de doações que a organização implementou, ao invés de fixar um preço para cada evento e exibição de arte; o que pensam da política anti-álcool e anti-drogas em vigor no espaço e se acham que deveria haver mais espaços culturais e sociais na cidade livres dessas substâncias; se pensam que existem outras organizações semelhantes à Exchange Dublin; quais as características favoritas do público no que toca à organização e ao espaço e se consideram que a Exchange Dublin deveria receber financiamento das entidades governativas pelo serviço prestado à comunidade. Por último, discutem-se os resultados apurados e debatem-se as perspectivas futuras da Exchange Dublin, enfatizando-se a grande oportunidade que a localização da Exchange Dublin no distrito turístico por excelência da cidade – Temple Bar – constitui para a organização e o potencial de expansão que encerra e fazem-se algumas sugestões de como tirar o máximo partido dessa situação e atrair mais turistas para o espaço, principalmente através de alguns melhoramentos e mudanças na comunicação da organização. O intuito é fazer da Exchange Dublin um verdadeiro convite para conhecer a cidade e, com isso, ajudar a colmatar alguns dos problemas centrais que a organização enfrenta, com destaque para a falta de fundos financeiros e a ameaça de encerramento do espaço.
Abstract: “Exchange Dublin – An Invitation to the City” draws a portrait of a non-profit collective arts centre in Temple Bar, Dublin. Exchange Dublin has a focus on cultural and artistic activities, by providing an open space for art exhibitions and various cultural events, open to all for free. This is a way of trying to democratise the access to art and culture as a quintessential part of people’s lives and educations, for both the public and the artists, which get a unique opportunity of showcasing their work without judgement or discrimination. Exchange Dublin also plays a key role in supporting and promoting the quality of life of the disadvantaged communities in the city. Throughout this paper the organisation will be analysed in detail, as well as my contribution to it during the five-month long internship underwent there. On this topic, the findings of the audience research, carried out through a survey applied to the public of Exchange Dublin, will be presented and conclusions will be drawn about Exchange Dublin’s public profile, as well as their habits, preferences, attitudes and perceptions regarding the space. There will also be an analysis of the crisis the organisation is going through with the threat of closure they have received, with focus on the causes and, most importantly, the solutions to tackle it. On this topic there will be a description in detail of the measures taken and some suggestions will be made to make some changes to improve the space and the organisation’s image, which could salvage the space. Finally, it will also be emphasised the great opportunity Exchange Dublin’s location in the tourist district of the city constitutes and some suggestions will be made on how to take advantage of the organisation’s touristic potential and attract more tourists to the space, mostly through communication.
URI: http://hdl.handle.net/10451/20427
Designação: Mestrado em Turismo e Comunicação
Aparece nas colecções:IGOT - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
igotul004085_tm.pdf2,69 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.