Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20446
Título: Contigo eu posso : caminhos da aprendizagem de uma menina com Síndrome de Down
Autor: Ialamov, Deise Amorim, 1965-
Orientador: Freire, Isabel Pimenta, 1952-
Carvalho, Carolina, 1960-
Palavras-chave: Síndrome de Down
Inclusão
Aprendizagem e desenvolvimento
Estudo de caso
Teses de mestrado - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: O presente trabalho refere-se a uma investigação de abordagem qualitativa e interpretativa sobre a trajectória escolar e social uma menina de cinco anos com Síndrome de Down (SD). Trata-se de uma investigação que pretende pôr em evidência a relação entre os contextos educativos e o desenvolvimento da criança com SD. O estudo apoia-se em duas perspectivas teóricas chave: a abordagem ao desenvolvimento humano de Vygotsky, designadamente quanto ao conceito de desenvolvimento proximal, e a perspectiva da educação inclusiva. A estratégia de investigação utilizada seguiu as características de um estudo de caso, que procurou evidenciar a complexidade das relações interpessoais na vida da criança. Os dados foram recolhidos através da observação de aulas com o grupo de crianças e nas sessões personalizadas de educação especial. Outros instrumentos utilizados na obtenção de dados foram as entrevistas semi-directivas e entrevistas informais realizadas com as pessoas que mais convivem com a criança: a mãe, irmãos e educadora. Os resultados mostram que os domínios da aprendizagem no Jardim de Infância (JI) foram trabalhados de modo lúdico e partilhado, especialmente através da acção mediadora da educadora, que proporcionou um ambiente de aprendizagem interactiva. As relações personalizadas entre os educadores e a criança nos diversos ambientes educativos em que participa (JI, escola de ballet, família, …) destacam-se como elementos estimuladores do seu desenvolvimento. Em especial, a relação da educadora com a criança evidenciou um equilíbrio entre afectividade e disciplina, contribuindo para a sua inclusão e para a sua aprendizagem e desenvolvimento. A docente incentivou positivamente os colegas nas situações educativas, proporcionando condições para uma aprendizagem partilhada. O apoio familiar, em especial a relação mãe-filha, revelou-se primordial em todo o processo de inclusão e de aprendizagem/desenvolvimento. Há a destacar, no entanto, um aspecto menos positivo: a não participação da mãe na elaboração do currículo educativo, uma vez que a mesma não foi consultada. A contribuição da mãe poderia ter enriquecido o projeto educativo e alerta-nos para o facto de os pais nem sempre se sentirem plenamente satisfeitos no contributo que podem dar ao projecto educativo dos filhos.
This text revolves around a qualitative and interpretative investigation on the social and scholarly trajectory of a five year old girl with Down’s Syndrome (DS). It is an investigative project that aims at establishing the relation between educational settings and the development of a child with DS. The study is based on two theoretical perspectives: Vygostsky’s approach to human development, in terms of the concept of proximal development, and the perspective of inclusive education. The underlying research strategy grew from the organizing principles of the Case Study methodology, by which the complexity of the interpersonal relationships of the child was put in evidence. The data was gathered by means of observation of classes with the group of children and of the Special Education individualized sessions. Other instruments used to obtain information were the semi-directive and the informal interviews with the people who spend more time with the child, namely the mother, siblings and the teacher. Results show the domains of learning in Kindergarten (K) have been processed in a playful and shared manner, especially by means of the attitude of mediation the teacher assumed, being also the teacher responsible for an atmosphere of interactive learning. The personalized relations between educators and the child in the multifarious educational environments in which she is involved (K, Ballet lessons, family, …) are seen as stimulating elements to the development of the child. In a special manner, the relationship of teacher and child revealed a balance between affectivity and discipline, which is seen as contributive to learning and development. The teacher positively incentivized classmates in education settings, providing context for shared learning. Family support, especially the relation mother-daughter, revealed itself as primordial throughout the whole process of inclusion and learning/development. Despite that, there is a less positive aspect to bear in mind: the mother did not participate in the elaboration of the educational curriculum, since she was not consulted for that specific task. The mother’s contribution could have enriched the educational project, which calls our attention to the fact that parents not always feel entirely satisfied in terms of the contributions they can make to the educational project of their children.
Descrição: Dissertação de mestrado, Ciências da Educação (Área de especialização em Educação Intercultural), Universidade de Lisboa. Instituto de Educação, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10451/20446
Designação: Mestrado em Ciências da Educação
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie047425_tm.pdf1,62 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.