Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2055

Title: Contaminação de cadeias tróficas em zonas húmidas:implicações para a conservação
Authors: Henriques, Jorge Filipe Pereira
Advisor: Reis, Margarida Santos, 1955-
Tavares, Paula
Branquinho, Cristina
Keywords: Poluição
Zonas húmidas
Cegonha
Lontra
Teses de mestrado
Issue Date: 2010
Abstract: Este trabalho pretendeu o estudo do grau de contaminação, efeito da biomagnificação e dinâmica de passagem dos contaminantes mercúrio (Hg) e cádmio (Cd) para dois predadores distintos em relação a uma presa-comum. Os predadores escolhidos foram a cegonha-branca (Ciconia ciconia) e a lontra (Lutra lutra) enquanto a presa em comum utilizada foi o lagostim-vermelho-do-luisiana (Procambarus clarkii), sendo este facto confirmado pela análise da dieta. Com este grupo de organismos pretendeu-se comparar a susceptibilidade à contaminação de uma ave e de um mamífero que utilizam as mesmas áreas de alimentação e uma presa comum predominante. Além dessa questão procurou-se avaliar a importância de efeitos temporais e locais na contaminação da espécie-presa e que factores estariam a levar a tais alterações. As amostragens foram realizadas nos meses de Fevereiro, Abril, Maio e Junho de 2009 em 3 áreas distintas ao longo do rio Sado: Murta/Cachopos, Barrosinha e Nogueira. A amostragem consistiu na recolha de indivíduos de lagostim, regurgitações de cegonha e dejectos de lontra. Para a captura de lagostim utilizaram-se armadilhas de funil enquanto para o restante material utilizaram-se transectos previamente definidos. A metodologia utilizada para a quantificação do Hg e Cd baseou-se em técnicas de espectrofotometria atómica variando o ataque das amostras consoante a natureza das mesmas. Os resultados indicam a existência de um padrão temporal associado ao Hg enquanto se pode verificar uma tendência espacial em relação ao Cd. Estas tendências estão presentes em todas as espécies encontrando-se correlações positivas e significativas nos níveis de Hg apresentados com os níveis observados nos predadores e na presa. Para o Cd verifica-se uma correlação significativa nos níveis da presa em função dos factores abióticos e em função dos níveis de Cd na lontra. Os níveis de Hg nos predadores parecem ser resultado das oscilações no consumo da espécie presa, enquanto os de Cd revelam dependência na exploração do local.
In this work we study the contamination, biomagnification effect and transmission of mercury (Hg) and cadmium (Cd) to two top-predators from a common prey. The predators chosen were the white stork (Ciconia ciconia) and the euro-asian otter (Lutra lutra). As model-prey, we used the red-swamp-crayfish (Procambarus clarkii), being the most consumed prey status confirmed through diet analysis. With these model organisms we pretended to evaluate differences in contamination patterns of a bird species compared to a mammal species having the same feeding areas and a common most consumed prey. Another focus in this study was to evaluate temporal and spatial variability. Samples were collected in February, April, May and June in three different sites: Murta/Cachopos, Barrosinha and Nogueira. The sampling consisted in capture of crayfish, regurgitations of white-stork and otter faeces. We used funnel-traps for the capture of crayfish and the other sample types were collect through transects previously established. Quantification of both heavy metals was based in atomic absorption spectrophotometry, but the samples digestion was dependent of sample characteristics. Results show the existence of a temporal pattern associated to Hg while a spatial pattern was associated to Cd. These patterns are present in three species having positive and significant correlations between them, with the exception of the white-stork case for Cd. The Hg levels detected in the predators seem to be the result of prey consumption, having similar fluctuations. As for Cd this seems to be site dependent having significant correlations with some abiotic factors.
Description: Tese de mestrado, Biologia (Biologia da Conservação), 2010, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000590409
http://hdl.handle.net/10451/2055
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
23157_ulfc080793_tm.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open
23157.xml9.29 kBXMLView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE