Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20580
Título: Traveling to Lisbon um modelo de negócio pioneiro em Lisboa
Autor: Jesus, Adriana Espírito Santo Louro de
Orientador: Sousa, Alcinda Pinheiro de
Palavras-chave: TravelingToLisbon (Lisboa, Portugal)
Turismo - Lisboa (Portugal)
Teses de mestrado - 2015
Data de Defesa: 17-Abr-2015
Resumo: O presente relatório tem como objectivo analisar, tão rigorosamente quanto possível, o estágio realizado na empresa TravelingToLisbon, no período compreendido entre Julho de 2013 e Setembro de 2014. O estágio destinou-se a concluir o mestrado em Turismo e Comunicação, promovido pela parceria Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE), Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL) e Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT). Contudo, o estágio realizado não se tratou de um comum estágio curricular, mas sim de um estágio profissional, mais especificamente uma medida de empregabilidade jovem impulsionada pelo IEFP. A minha necessidade de receita financeira fez com que esta fosse a minha única opção, uma vez que os estágios curriculares nunca são remunerados. Assim, consegui juntar a componente de aprendizagem num estágio realizado em turismo, ao mesmo tempo que alcançava um conforto financeiro que me permitia pagar as propinas e ter algum conforto. Situada no centro histórico de Lisboa, na Praça do Rossio, cujo nome verdadeiro é Praça D. Pedro IV, a TravelingToLisbon é uma empresa de aluguer de apartamentos self-catering, que oferece soluções de alojamento no centro histórico de Lisboa e arredores. O seu modelo de negócio consiste, em primeiro lugar, no aluguer de apartamentos próprios, em segundo lugar, na angariação de apartamento que necessitem de ser geridos por terceiros e, finalmente, na promoção de apartamentos pertencentes a outrem, através de um website próprio. No estágio que realizei nesta entidade, exerci as funções de Guest Assistant, no departamento operacional. Apoiei também o departamento comercial, exercendo funções na área de reservas. Este estágio representou para mim o início da minha vida profissional, e o primeiro contacto com a área onde pretendo desenvolver conhecimentos e especializar-me. Foi muito positivo por várias razões, e, ao munir-me de experiencia profissional, abriume as portas para o mercado de trabalho. Deu-me também a conhecer um mercado totalmente desconhecido para mim, o mercado dos apartamentos self-catering, apartamentos que pretendem proporcionar todo o conforto só alcançável num lar, facultando todos os serviços necessários para um individuo atingir em pleno a sensação de estar na sua própria casa, fora dela. Neste relatório vou proceder a uma reflexão acerca do estágio enquanto experiência pessoal, mas também descrever a entidade e respectiva organização. Como surgiu, de que se ocupa actualmente e perspectivas futuras. A experiência de trabalhar nesta entidade e o que, a meu ver, funciona bem ou mal. As tarefas vão também ser descritas de forma pormenorizada de modo a que fique clara a actividade da empresa e quais as vantagens e desvantagens de trabalhar/estagiar na mesma. O primeiro capítulo designado por Turismo em Portugal/Turismo em Lisboa, um esboço de contextualização, visou fazer um breve enquadramento do que é o turismo, em Portugal e mais concretamente em Lisboa, e porque é que reúne as condições para uma empresa desta natureza fazer sentido e ser bem-sucedida. No segundo capítulo, intitulado de TravelingToLisbon – uma empresa pioneira, foi feita uma análise da empresa, o modelo de negócio da mesma, e as estratégias que desencadeiam o seu sucesso. No terceiro capítulo – Caracterização das operações da empresa, foram descritas as tarefas quotidianas da empresa e os métodos que estão na génese do serviço prestado. Por último, no quarto capítulo, é feita uma análise do estágio, e um paralelismo entre o este e o mestrado. São feitas críticas, por um lado à entidade de acolhimento, e por outro ao mestrado, enquanto ferramenta de distinção de um funcionário da empresa. De forma a adquirir o grau de mestre, foram-me propostas três opções e foram vários os motivos que impulsionaram a minha escolha. Em primeiro lugar, e como vou referindo inúmeras vezes ao longo do relatório, terminei as dez unidades curriculares correspondentes ao primeiro ano de mestrado com uma enorme vontade de conhecer o mundo profissional e como é que este funciona. Uma vez que a minha licenciatura foi em Tradução, o turismo afigurava-se uma área ainda algo desconhecida para mim, embora também uma espécie de complemento à minha primeira formação. Tudo isto, aliado a uma imaturidade profissional, tornou a opção do estágio irrefutável. Termino, assim, declarando que a minha foi uma escolha afortunada, tanto pelo mestrado, em geral, quanto pelo seu estágio, em particular, e desejo vir a iniciar uma longa e (espero) próspera vida de trabalho nesta área de actividade económica, social, política e cultural que muito me motiva – a do turismo!
URI: http://hdl.handle.net/10451/20580
Designação: Mestrado em Turismo e Comunicação
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl190572_tm.pdf1,4 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.