Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20767
Título: O ensino da escrita a alunos do 2º e 3º ciclo do ensino básico em Portugal e no Brasil : um estudo exploratório
Autor: Marques, André Filipe Guerra
Orientador: Simão, Ana Margarida Veiga, 1957-
Mestre (16 valores)
Palavras-chave: Escrita - Estudo e ensino
Ensino básico - Portugal
Ensino básico - Brasil
Teses de mestrado - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: Aprender a escrever é um processo desafiante que é tipicamente desenvolvido nas escolas. No entanto, a investigação é algo escassa no que toca às práticas de ensino da escrita dos professores. Esta investigação teve o objetivo analisar as práticas e perceções acerca da escrita e do ensino da escrita de uma amostra de professores de Portugal (n = 96) e do Brasil (n =99). Os professores reportam as suas práticas para promover a escrita autorregulada nos seus alunos, adaptações para escritores menos proficientes e as suas perceções acerca da escrita e do ensino da escrita. Os resultados conduzem a questões e preocupações acerca da qualidade do ensino da escrita em ambos os países. A maioria dos professores reportou uma abordagem de ensino da escrita orientada para o processo, assim como práticas de promoção da escrita autorregulada e métodos de ensino explícitos para o ensino da escrita de forma muito pouco frequente. A maioria dos professores Portugueses e Brasileiros têm a perceção do ensino da escrita como uma responsabilidade partilhada, mas os professores Brasileiros tiveram uma maior concordância com esta ideia. A perceção dos professores Portugueses acerca da importância do ensino da escrita para o sucesso profissional e académico dos seus alunos foi maior que a dos professores Brasileiros. Foi encontrada uma correlação positiva entre a preparação dos professores para o ensino da escrita e as suas práticas para a promoção da escrita autorregulada dos alunos. As implicações dos resultados encontrados são discutidas.
Learning how to write is a challenging process, typically developed in schools. Teachers' practices to teach writing, however, have been under researched. The aim of this tudy was to survey a sample of teachers from Portugal (n = 96) and Brazil (n =99) about their practices for and perceptions about writing instruction. Teachers reported on their practices to promote students' self-regulated writing, adaptations for less skilled writers, and their perceptions about writing and teaching writing. The findings from this survey raise concerns about the quality of writing instruction in both countries. The majority of the teachers rarely use a process oriented approach to teach writing, practices to promote students' self-regulated writing, and explicit teaching methods for writing instruction. Both Portuguese and Brazilian teachers perceived writing as a shared responsibility, but Brazilian teachers seemed to agree with this stronger. Portuguese teachers' perception of the importance of writing for students' academic and professional success was higher than for Brazilian teachers. A positive correlation was found between teachers' preparation to teach writing and their practices to promote students' self-regulated writing. The implications of these findings are discussed.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia da Educação e da Orientação), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10451/20767
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie047469_tm.pdf543,1 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.