Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20782
Título: Desenvolvimento e validação de um método analítico para análise de medicamentos por GC-MS em amostras biológicas Post-mortem com recurso a QuEChERS
Autor: Pereira, David Duarte Lopes
Orientador: Borges, Carlos Manuel Ferreira de Sousa, 1951-
Sousa, Maria Suzel Costa de
Palavras-chave: QuEChERS
Medicamentos
Fígado
GC-MS
Validação
Teses de mestrado - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: A Toxicologia Forense tem como principal objetivo a identificação e quantificação de substâncias tóxicas em amostras biológicas como sangue, urina ou fígado. A amostra mais utilizada quer em situações post-mortem quer em situações in vivo é o sangue, por ser a que melhor pode estabelecer uma correlação entre as concentrações determinadas e os efeitos tóxicos. Contudo, em certos casos post-mortem não estão disponíveis e/ou não é possível recorrer a amostras de sangue sendo utilizadas amostras biológicas alternativas, como o fígado. Este órgão é difícil de analisar devido à sua composição complexa e diversa, mas vantajoso visto ser o local do organismo onde se processa o metabolismo dos xenobióticos e apresentar concentrações 10 a 100 vezes superiores às do sangue. Para a sua análise é necessária uma preparação prévia (extração e limpeza) da amostra, de modo a obter os analitos de interesse numa forma adequada e concentrada para serem analisados pelos métodos cromatográficos hifenados. As técnicas extrativas mais utilizadas são a LLE e SPE, contudo estas são técnicas morosas e laboriosas. Assim, o principal objetivo da presente dissertação consistiu em desenvolver um método de extração de amostras de fígado utilizando QuEChERS (acrónimo inglês de Quick, Easy, Cheap, Effective, Rugged and Safe), um método mais simples, rápido, barato e adequado para amostras sólidas, comparativamente com os habitualmente utilizados nos processos extrativos e posterior confirmação qualitativa e quantitativa por GC-MS, em modo de aquisição SIM. O método foi aplicado à extração de medicamentos (amitriptilina, ciamemazina, citalopram, clomipramina, clozapina, fluoxetina, haloperidol, levomepromazina, mirtazapina, olanzapina, sertralina, tiapride, ticlopidina, tramadol, trazodona e venlafaxina), já que as intoxicações medicamentosas apresentam-se como um problema toxicológico de relevância num contexto forense. A extração por QuEChERS consistiu em homogeneizar a amostra de fígado (1 g), seguida de uma extração inicial de fase única com acetonitrilo e adicionando um excesso de sais ao sobrenadante obtido e, posteriormente, de uma Extração em Fase Sólida por Dispersão (d-SPE). Desenvolvido e otimizado o método analítico, procedeu-se então à sua validação. O método analítico revelou-se seletivo, linear dentro da gama de trabalho estudada, preciso, exato, com LOD entre 5 e 100 ng/g e LOQ entre 9 e 180 ng/g, recuperações entre 51,89 e 116,02% (à exceção da sertralina, que foi de 46,35%), robusto, sem fenómenos de arrastamento e sem efeito de matriz relevante, exceto para a olanzapina e para a levomepromazina. O método, aplicado à análise de duas amostras reais, foi considerado adequado para a extração, confirmação qualitativa e quantitativa de medicamentos em amostras de fígado post-mortem. Esta é uma metodologia analítica inovadora na análise destes medicamentos em amostras biológicas e pretende-se implementá-la no trabalho de rotina do Serviço de Química e Toxicologia Forenses do INMLCF, I.P.
The main goal of forensic toxicology is the identification and quantification of toxic substances in biological samples such as blood, urine or liver. The sample most used both in post-mortem or in vivo situations is the blood, because it is the best that can establish a correlation between the determined concentrations and toxic effects. However, in a number of post-mortem situations this sample is not available and/or is not possible to analyze and therefore alternative samples, such as liver, are often used. This organ is not usually easy to analyze, due to its complex and diverse composition, but is advantageous since is the location of the body where the metabolism of xenobiotics happens and displays concentrations 10 to 100 times higher than the blood. For its analysis previous sample preparation is necessary (extraction and cleaning), in order to obtain the analytes of interest in a suitable and concentrated form to be analyzed by coupled chromatographic methods. The most used techniques for this purpose are LLE and SPE, however these are time consuming and laborious. Thus, the main objective of this dissertation was develop an extraction method of liver samples using QuEChERS (Quick, Easy, Cheap, Effective, Rugged and Safe), a more simple, fast, cheaper and adequate to solid samples method than the usual used in extractive processes and following identification and quantification by GC-MS in SIM acquisition mode. The method was applied to extraction of drugs (amitriptyline, cyamemazine, citalopram, clomipramine, clozapine, fluoxetine, haloperidol, levomepromazine, mirtazapine, olanzapine, sertraline, tiapride, ticlopidine, tramadol, trazodone and venlafaxine), since drug intoxication presents as a relevant toxicological problem in a forensic context. The QuEChERS extraction consisted in liver (1 g) homogenization, followed by a single-phase extraction with acetonitrile and adding an excess of salts to the homogenate, and after a dispersive Solid-Phase Extraction (d-SPE). Developed and optimized the analytical method, it proceeded to its validation. The analytical method proved to be selective, linear over the studied working range, precise, accurate, with LOD between 5 and 100 ng/g, LOQ between 9 and 180 ng/g, recoveries between 51,89 and 116,02% (except for sertraline, which was 46,35%), robust, without carryover and no relevant matrix effect, except for olanzapine and levomepromazine. The method, applied to two real samples analysis, was considered suitable for the extraction, identification and quantification of drugs in the post-mortem liver samples. This is an innovative analytical methodology in the analysis of drugs in biological samples and intended to implement it in the routine work of the Serviço de Química e Toxicologia Forenses of INMLCF, IP.
Descrição: Tese de mestrado, Química (Química Analítica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10451/20782
Designação: Tese de mestrado em Química (Química Analítica)
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc115888_tm_David_Pereira.pdf3,31 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.