Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/20793
Título: O serviço nacional de informações (SNI): o sindicalismo em Pernambuco como alvo (1964-1967)
Outros títulos: National information service (SNI): the unionism in Pernambuc target (1964-1967)
Autor: Nascimento, Dmitri Felix, 1979-
Palavras-chave: Sistema Nacional de Informação - Brasil
Serviços Secretos - Brasil
Data: 2015
Editora: Centro de Pesquisa e Documentação Histórica (CPDHis) dos cursos de História da Universidade Federal de Alagoas
Citação: Nascimento, D. do N. (2014). O serviço nacional de informações (SNI): o sindicalismo em Pernambuco como alvo (1964-1967) [National information service (SNI): the unionism in Pernambuc target (1964-1967)]. Revista Crítica Histórica, 5(10), 133-155
Resumo: Após o golpe militar de 1964 e a queda do Governo João Goulart, as Forças Armadas se apressaram na formação de um aparato de repressão, um serviço secreto, que pudesse servir aos interesses dos detentores do regime. Foi preciso a aprovação do projeto de lei nº 4.341 de junho de 1964 pelo Congresso Nacional engessado pela ditadura nas mãos do Presidente Castelo Branco que criava assim o Serviço Nacional de Informações (SNI). Um dos seus objetivos seria construir uma ampla rede, uma comunidade de informações, que pudesse controlar as ações dos inimigos do regime, a partir da colaboração e subordinação dos Ministérios Civis, Forças Armadas, Judiciário, Autarquias e Polícias Estaduais. As entidades intersindicais, como o Conselho Sindical dos Trabalhadores (CONSINTRA) hegemonizada pelos militantes comunistas foi um dos alvos do SNI. A partir de documentos recém abertos é possível entender parte do modu operandi do serviço secreto brasileiro.
After the military coup of 1964 and the fall of João Goulart government, the Army rushed in the formation of a repressive apparatus, an information service that could serve the interests of the holders of the regime. Approval of the draft law nº. 4341 of June 1964 by Congress plastered by the dictatorship in the hands of President Castelo Branco thus creating the National Intelligence Service (SNI). One of his goals was to build a large network, a community of information, which could control the actions of the enemies of the regime, with the collaboration and subordination of Civil Ministries, Army, Justice, Local Authorities and State Police. The unions such as the Trade Union of Workers (CONSINTRA) hegemonized by the communist militants was a target of SNI. From documents newly opened is possible see part of the modu operandi of Brazilian secret service.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/20793
ISSN: 2177-9961
Versão do Editor: http://www.revista.ufal.br/criticahistorica/index.php?option=com_content&view=article&id=216:num-10snis&catid=105:num-10&Itemid=68
Aparece nas colecções:ICS - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ICS_DFNascimento_Servico_ARI.pdf160,46 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.