Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2117

Título: Família e trabalho : (des)equilíbrios que orientam a (in)satisfação : valor do apoio social e da vinculação
Autor: Rocha, Pedro Miguel Rafael Barbosa da, 1981-
Orientador: Ribeiro, Maria Teresa, 1962-
Palavras-chave: Vinculação
Apoio social
Satisfação familiar
Teses de mestrado - 2009
Issue Date: 2009
Resumo: Imbuído de uma concepção positiva da vida e do trabalho, assim como da sua interface, o presente trabalho fundamenta-se na Teoria da Conservação de Recursos (Hobfoll, 1988, 1989, 2001), em relação com a Teoria da Vinculação (Bowlby, 1982), mormente no que concerne ao processo de vinculação adulta. Tem como principal objectivo compreender o modo como, a partir das relações sociais, familiares e profissionais, se desenvolvem recursos, bem como, a forma como os mesmos podem ser potenciados, através da integração de uma abordagem de facilitação/enriquecimento inter-domínios (Carlson, Kacmar, Wayne, & Grzywacz, 2006). Em síntese, pretende-se aprofundar o conhecimento das relações entre o apoio social percebido, a vinculação nos adultos, o processo de facilitação família/trabalho, a satisfação familiar, a satisfação profissional, o stress percebido e o bem-estar. A amostra é constituída por 198 sujeitos, com idades entre os 20 e os 65 anos, de ambos os sexos. Utilizaram-se os instrumentos: Escala de Bem-estar Psicológico (Novo, Duarte Silva & Peralta, 2004; Gonçalves, 2007), a Escala de Satisfação com a Família (Brayfield & Rothe, 1951; Chambel & Marques-Pinto, 2008), a Escala de Satisfação com o Trabalho (Aryee, Tan, & Srinivas, 2005; Chambel & Marques-Pinto, 2008), a Escala de Facilitação do Trabalho na Família (Carlson et al., 2006), a Escala de Provisões Sociais (Moreira, 1996), a Escala de Stress Percebido (Cohen, Tamarck, & Mermelstein, 1983; versão de 10 itens traduzida e adaptada pelos autores do presente trabalho) e a Escala de Vinculação do Adulto (Canavarro, 1995). Os resultados indicam que o apoio social e a facilitação trabalho/família constituem importantes mediadores da relação entre a vinculação e a satisfação familiar e, sobretudo, da satisfação profissional.
Taking as a starting point a positive conception of both life and work (individually and in interaction) the following work as its roots both in the Resources Conservation Theory (Hobfoll, 1988, 1989, 2001) and the Attachment Theory (Bowlby, 1982), namely regarding the adult attachment process. It has, as its main goal, to understand how, from social, familiar and professional relationships it's possible to develop resources. Also, how these same resources can be developed and enhanced by integrating an approach of enrichment between domains (Carlson, Kacmar, Wayne, & Grzywacz, 2006). As a conclusion, the purpose is to deepen the knowledge of the relationships between the social support, the adult attachment, the work/family enrichment, personal and professional satisfaction, perceived stress and well being. The research conducted for this study had a sample of 198 respondents, aged 20 to 65 years old and of both genders. The instruments used were: Escala de Bem-estar Psicológico (Novo, Duarte Silva & Peralta, 2004; Gonçalves, 2007), Escala de Satisfação com a Família (Brayfield & Rothe, 1951; Chambel & Marques-Pinto, 2008), Escala de Satisfação com o Trabalho (Aryee, Tan, & Srinivas, 2005; Chambel & Marques-Pinto, 2008), Escala de Facilitação do Trabalho na Família (Carlson et al., 2006), Escala de Provisões Sociais (Moreira, 1996), Escala de Stress Percebido (Cohen, Tamarck, & Mermelstein, 1983; 10 items version that was translated and adapted by the authors of the present work ) and Escala de Vinculação do Adulto (Canavarro, 1995). The results seem to indicate that social support and the work/family enrichment are important factors that mediate the relationship between attachment and both family and professional satisfaction.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Stress e Bem-Estar), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000579637
http://hdl.handle.net/10451/2117
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
22163_ulfp034793_tm.pdf4,89 MBAdobe PDFView/Open
22163.xml9,98 kBXMLView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE