Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2186

Título: A constelação fraternal : auto-estima, padrão de vinculação e percepção das práticas parentais no adolescente
Autor: Almaça, Inês Collares Pereira
Orientador: Narciso, Isabel, 1962-
Cruz, Diana Marisa
Palavras-chave: Práticas parentais
Auto-estima
Vinculação
Teses de mestrado - 2009
Issue Date: 2009
Resumo: Dada a importância do subsistema fraternal no desenvolvimento dos indivíduos, pretendemos, na presente investigação, estudar a influência de variáveis da constelação fraternal Sexo (masculino ou feminino), Ordem de Nascimento (filho único, filho mais velho, filho do meio ou filho mais novo) e Tamanho da Fratria (sem irmãos, com 1 irmão, com 2 irmãos ou com 3 ou mais irmãos) na auto-estima, padrão de vinculação e percepção das práticas parentais de adolescentes. O estudo foi realizado com uma amostra de 259 adolescentes da região da grande Lisboa, com idades compreendidas entre os 12 e os 15 anos. A análise quantitativa dos resultados foi realizada com recurso ao software Statistical Package for Social Sciences (SPSS) 17.0 for Windows, tendo-se observado que: (a) não existe uma influência significativa das variáveis da constelação fraternal sobre a auto-estima dos adolescentes, quer seja em interacção, quer seja quando analisados os efeitos isolados; (b) não existe uma influência significativa das variáveis da constelação fraternal sobre o padrão de vinculação dos adolescentes quando analisadas em interacção, no entanto, a Ordem de Nascimento demonstra ter um efeito significativo sobre o padrão de vinculação evitante amedrontado, com os filhos mais velhos a pontuarem mais alto neste tipo de vinculação em relação aos filhos únicos e aos filhos do meio; e (c) existe uma influência significativa das variáveis da constelação fraternal sobre a percepção de suporte emocional materno e paterno e sobre a percepção de rejeição/punição paterna, com os filhos únicos e os filhos do meio com 2 irmãos a revelarem uma maior percepção de suporte emocional tanto materno como paterno, e os filhos mais velhos com 2 irmãos a revelarem uma maior percepção de rejeição/punição por parte do pai.
Given the importance of the sibling subsystem in the individual development, the main purpose of this investigation was to study the influence of sibling constellation variables Gender (male or female), Birth Order (only child, older child, middle child, younger child) and Sibling Size (no siblings, one sibling, two siblings or three or more siblings) in self-esteem, attachment and perceived parental practices in adolescence. The study involved a sample of 259 adolescents from the Lisbon area, with ages comprised between 12 and 15 years old. The statistical analysis of the results was done resourcing to the software Statistical Package for Social Sciences (SPSS) 17.0 for Windows, having been found that: (a) there exists no significant influence of the variables that compose the sibling constellation on adolescents‟ self-esteem, whether in interaccion or when analyzing the isolated effects; (b) there exists no significant influence of the variables that compose the sibling constellation on the adolescents‟ pattern of attachment when analyzed in interaccion. However, Birth Order was found to have a significant effect on the attachment pattern fearful avoidant, with older siblings scoring higher in this kind of attachment than only childs and middle childs; and (c) there was a significant influence of sibling constellation variables on the perception of the maternal and paternal emotional support as well as on the perception of paternal rejection/punishment, with only childs and middle childs with two siblings revealing a higher perception of emotional support, both paternal and maternal, and older childs with two siblings revealing a higher perception of paternal rejection/punishment.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000581280
http://hdl.handle.net/10451/2186
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
22405_ulfp034942_tm.pdf3,07 MBAdobe PDFView/Open
22405.xml9,33 kBXMLView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia