Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2211

Title: A vocação turística e a lógica de intervenção em áreas urbanas centrais: o caso do núcleo urbano histórico de Cascais
Authors: Amílcar, Anselmo Pinheiro
Advisor: Salgueiro, Teresa Barata,1948-
Correia, José dos Reis
Keywords: Turismo cultural - Cascais (Portugal)
Património cultural - Cascais (Portugal)
Planeamento urbano - Cascais (Portugal)
Teses de mestrado - 2009
Issue Date: 2008
Abstract: Apesar de serem fenómenos antigos, o lazer e o turismo adquiriram na sociedade moderna uma importância sem precedentes, fazendo cada vez mais parte integrante do estilo de vida. Paralelamente ao crescimento extraordinário que o turismo registou, fundamentalmente a partir da Segunda Guerra Mundial, nas últimas décadas tem sido evidente a fragmentação do sector. Reflexo das alterações ocorridas na sociedade, registou-se uma alteração nos padrões de procura, no sentido de uma maior diversidade. A importância do tradicional turismo de sol e praia, standardizado e destinado ao consumo de massas, tem vindo progressivamente a ser suplantada por segmentos turísticos emergentes, nomeadamente o turismo cultural urbano. Com a emergência da sociedade pós-moderna, assistiu-se a uma revalorização da cultura e a uma democratização do seu “consumo”. Actualmente, uma parte significativa dos turistas são considerados culturais e, segundo vários autores, as cidades os principais destinos turísticos. Apesar das cidades terem, desde sempre, atraído turistas, até há relativamente pouco tempo estas não eram percepcionadas como destinos turísticos. Apenas na década de 1980, o reconhecimento de que cada vez mais pessoas viajavam para cidades, com o fundamento de conhecer a sua identidade e cultura, “despertou” os governos locais para as oportunidades da promoção turística, como forma de inverter a situação de declínio que muitas cidades industriais vinham a evidenciar na segunda metade do século XX. Perante a prosperidade que o turismo cultural urbano tem testemunhado e das vantagens decorrentes da promoção da actividade turística nas cidades, assiste-se ao aumento do número de cidades que incorporam o turismo como um dos eixos fundamentais da sua estratégia de desenvolvimento. A multiplicidade de atracções que a cidade congrega e, simultaneamente, a sua singularidade histórica e cultural, traduzem-se geralmente num grande potencial turístico. Concomitantemente, a promoção turística e a inerente valorização e promoção do património cultural, constituem um importante catalisador de desenvolvimento social e económico promovendo, também, a dinamização, a salvaguarda e a sustentabilidade das cidades e seus centros ou núcleos históricos. O Núcleo Histórico Urbano de Cascais constitui um “palimpsesto territorial”, agregando um conjunto de elementos arquitectónicos com um valor histórico que corporaliza memórias de outrora, enquadradas numa paisagem marítima exuberante, dotando assim esta área de um extraordinário potencial turístico. Reconhecendo a superação do modelo tradicional de turismo e atendendo ao entendimento renovado de cultura e património histórico urbano, o presente trabalho centra-se na temática turismo cultural – na sua vertente patrimonial. Tendo em conta a conjuntura do turismo contemporâneo e aquelas que constituem, actualmente, as “best practices” no planeamento urbano e no sector turístico, com enfoque territorial no Núcleo Histórico Urbano de Cascais, serão estudadas as vantagens mútuas decorrentes da promoção da actividade turística em áreas urbanas centrais e núcleos antigos das cidades. Especificamente, analisam-se as vantagens da inclusão da componente cultural em destinos tradicionais (predominantemente baseados em produtos de sol e praia), e a sua importância na identidade competitiva e atractividade turística.
Despite the fact that tourism and leisure are an ancient phenomena, they have acquired, in modern society, an unprecedented importance, being at time a more invariable part in the everyday life’ stiles. Have been verified an extraordinary growth in tourism, especially since the end of the Second World War, in the last decades has been manifest the sector’s fragmentation. As a reflection of the changes in the society, has been registered a change in the demand patterns, materialized in a increased diversity. The importance of the traditional beach and sun tourism, standardized and meant to the mass’ consumption, is being prevailed over by the emergent urban and cultural tourism. In the outcoming of the modern society we’ve observed a new validation of culture and also a democratization of its “consumption”. Nowadays, a significant part of tourists are considered as cultural ones as they, according to the literature, choose cities as their main tourist destinations. Since the dawn of days, cities have attracted tourists, but not so long ago, they weren’t considered as tourist destinations. Only in the 1980’s decade the acknowledge that cities were chosen as tourists intending to learn about their identity and culture, “awakened” the local governments to the promotion opportunities as a way to invert the decreasing situation of most industrial cities in the second half of the 20th century. Given the advantages of the promotion of the touristic activities in the cities and facing the actual prosperity of the urban cultural tourism, we are observing a crescent number of cities, which incorporate the tourism as one of the fundamental vectors of their development strategies. The multiplicity of this city attractions and its historical and cultural uniqueness give the city a particular touristy potential. The touristy promotion and the cultural patrimony valorisation and promotion, constitutes a major catalyst of the social and economic development, which promotes the sustainability and safeguard of the cities and their historical centres. The Cascais Historical Urban Centre constitutes a “territorial palimpsest” putting together in a assemble of architectural elements with sumptuous historical value. These ones embody the memories of ancient times, framed in the exuberant sea landscape, giving to this area an extraordinary tourist potential. Acknowledging the overcoming of the traditional model of tourism, and taking into account the renovated understanding of the historical and cultural urban patrimony, this paper focuses on the theme of cultural tourism – in its patrimonial conception. Having for frame of mind the conjuncture of the contemporary tourism and those who are nowadays called the best practices in urban planning and in the tourism sector, to study the advantages of the promotion of the touristy activity in the urban central areas and the ancient city centres our focus will be in the Urban Historical Centre of Cascais. Explicitly we will look in to the advantages of the inclusion of the cultural component in traditional destinations, and its importance in the competitive identity and touristy attractiveness.
Description: Tese de mestrado, Geografia, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10451/2211
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfl078291_tm_sig.tifSIG5.67 MBTIFFView/Open
ulfl078291_tm_patrimonio_natural.tifPatrimónio natural51.01 MBTIFFView/Open
ulfl078291_tm_patrimonio_construido_vias_classificacao.tifPatrimónio construído em vias de classificação51.01 MBTIFFView/Open
ulfl078291_tm_patrimonio_arquitectonico_classificado.tifPatrimónio arquitectónico classificado51.01 MBTIFFView/Open
ulfl078291_tm_idw.tifIDW51.01 MBTIFFView/Open
ulfl078291_tm_equipamentos.tifEquipamentos51.01 MBTIFFView/Open
ulfl078291_tm_enquadramento_territorial.tifEnquadramento territorial51.01 MBTIFFView/Open
ulfl078291_tm_anexos.pdfAnexos2.77 MBAdobe PDFView/Open
ulfl078291_tm.pdfTese1.12 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE