Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/2238
Título: A nova ordem industrial : da fábrica ao território de Lisboa : 1933-1968
Autor: Folgado, Deolinda, 1965-
Orientador: Tostões, Ana, 1959-
Neto, Maria João Baptista, 1963-
Palavras-chave: Indústria - Portugal - Séc. 20
Electricidade - Portugal - séc.20
Fábricas - Portugal - séc.20
Urbanismo - Lisboa - séc.20
Arquitectura industrial - Portugal - séc.20
Movimento moderno (Arquitectura)
Teses de doutoramento - 2010
Data de Defesa: 2009
Resumo: Propõe-se na presente dissertação contextualizar e perceber o modo como durante os primeiros trinta e cinco anos (1933-1968) do Estado Novo emergiu a indústria associada à energia eléctrica, ou seja a indústria da fase neotécnica, com referência a factos e exemplos internacionais, e de que forma se fixou e organizou na cidade de Lisboa, e no território envolvente a norte, através da observação da planificação urbana, da arquitectura e dos programas sociais implementados, em alguns casos, evidenciando autores e a sua relação com uma cultura arquitectónica mais ampla, percepcionando se este programa se integra ou contribuiu para a evolução de um quadro arquitectónico reportado aos ciclos construtivos nacionais ou ao Movimento Moderno.
Propõe-se na presente dissertação contextualizar e perceber o modo como durante os primeiros trinta e cinco anos (1933-1968) do Estado Novo emergiu a indústria associada à energia eléctrica, ou seja a indústria da fase neotécnica, com referência a factos e exemplos internacionais, e de que forma se fixou e organizou na cidade de Lisboa, e no território envolvente a norte, através da observação da planificação urbana, da arquitectura e dos programas sociais implementados, em alguns casos, evidenciando autores e a sua relação com uma cultura arquitectónica mais ampla, percepcionando se este programa se integra ou contribuiu para a evolução de um quadro arquitectónico reportado aos ciclos construtivos nacionais ou ao Movimento Moderno.
This dissertation proposes to understand the context and grasp the emergence of an industry associated with the electrical energy, the neotechnic age industry, during the first thirty-five years of the “Estado Novo” (1933-1968), referring international facts and examples, and demonstrating how it was settled and organized in the city of Lisbon, and in the surrounding northern territories, observing the developed urban planning, architecture and social programs. In some cases, presenting authors and their relationship to a broader architectural culture, acknowledging if those programs incorporated or contributed to the evolution of an architectural framework associated to the national constructive cycles or to the Modern Movement.
Descrição: Tese de doutoramento, História (Arte Património e Restauro), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2010.
URI: http://hdl.handle.net/10451/2238
Aparece nas colecções:FL - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd058619_Deolinda_Folgado_td_vol_2_anexo_doc.pdf273,24 MBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd058619_Deolinda_Folgado_td_vol_1.pdf114,35 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.