Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Farmácia (FF) >
FF - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/225

Título: Formulação em pediatria: preparação e avaliação de uma forma magistral líquida oral de pirazinamida
Autor: Albuquerque, Marina Isabel Chumbinho de
Orientador: Almeida, António José Leitão das Neves, 1963-
Palavras-chave: Pediatria
Tuberculose
Medicamentos
Manipulados
Estabilidade
Teses de mestrado - 2007
Issue Date: 16-Jun-2010
Resumo: Devido à situação actual do mercado de especialidades farmacêuticas, em que a maioria dos fármacos foram aprovados para adultos e não têm indicação para pediatria, são poucos os medicamentos existentes em formas farmacêuticas e dosagens adequadas à população pediátrica. Por este motivo, é frequente ter de se proceder à formulação magistral, principalmente através da preparação de soluções ou suspensões líquidas orais, de modo a permitir a realização de adaptações posológicas e a administração da terapêutica instituída. Contudo, para garantir a eficácia, segurança e qualidade dos medicamentos manipulados é necessário realizar estudos que permitam conhecer a sua estabilidade.A pirazinamida é um antituberculoso de primeira linha, usado em pediatria, que apenas existe comercializado sob a forma de cápsulas de 500mg, o que evidencia a necessidade de se desenvolverem e estudarem fórmulas líquidas orais desta substância activa, apropriadas para uso pediátrico, cuja qualidade esteja garantida.No presente trabalho, pretendeu-se desenvolver uma fórmula magistral líquida oral de pirazinamida adequada para pediatria e estudar a sua estabilidade física, química e microbiológica.Tendo em atenção as características particulares da população pediátrica e a qualidade tecnológica, formularam-se suspensões contendo 50mgml-1 de pirazinamida, que diferiram entre si tanto no veículo (água bidestilada ou xarope comum) como na proveniência da substância activa (substância activa pura ou conteúdo das cápsulas Pramide®). Por se destinarem ao uso pediátrico, procurou-se manter a fórmula o mais simples possível.Fez-se a avaliação, a duas temperaturas (5±3ºC e 22±3ºC), da estabilidade física, química e microbiológica das suspensões armazenadas, durante dois meses, ao abrigo da luz, analisando os seguintes parâmetros: aspecto da preparação, pH, teor em substância activa, pesquisa de ácido pirazinóico e contro
Descrição: Tese de mestrado, Farmácia Hospitalar, Universidade de Lisboa, Faculdade de Farmácia, 2007
URI: http://hdl.handle.net/10451/225
Appears in Collections:FF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
17696_Tese_Mestrado_Pirazinamida_2007.pdf1,71 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE