Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/2388
Título: Perfil inflamatório na doença coronária
Autor: Andrade, Ana Sofia Rodrigues de Sousa e, 1984-
Orientador: Pinheiro, Maria Teresa Ferreira Marques, 1960-
Caeiro, Filomena, 1950-
Palavras-chave: Biologia celular
Aterosclerose
Doenças cardiovasculares
Teses de mestrado - 2010
Data de Defesa: 2010
Resumo: Ao longo das últimas décadas o conhecimento na área das doenças cardiovasculares tem vindo a aumentar e hoje assume-se que a aterosclerose, não resulta apenas de uma acumulação de lípidos na parede arterial, mas também de um processo inflamatório complexo. A acumulação de lipoproteínas de baixa densidade (LDL) na parede arterial e a sua oxidação, desencadeia uma série de mecanismos inflamatórios em que estão envolvidas células do músculo liso, endoteliais e imunitárias. As LDL oxidadas (ox- LDL) promovem a activação macrofágica e de linfócitos no ateroma, perpetuando o estímulo inflamatório e conduzindo à actividade da placa e sua instabilidade. Vários estudos demonstraram associações entre os níveis de ox-LDL no plasma e a doença coronária e verificou-se uma relação entre os níveis de ox-LDL no plasma e o número de linfócitos T (estudos in vivo). Estudos recentes demonstraram a activação do factor de transcrição nuclear kappa B (NF-κB), responsável pela activação de muitos genes próinflamatórios, em diversos tipos celulares presentes nas lesões ateroscleróticas. Verificouse também que os níveis de activação são dependentes dos níveis de ox-LDL, em monócitos (in vitro). No entanto, ainda se encontra por esclarecer a significância do envolvimento da via de transcrição do NF-KB nos síndromes coronários e em particular da sua relevância na activação das células mononucleadas do sangue periférico (CMNs). Neste trabalho foram constituídos dois grupos, um com indivíduos com doença coronária confirmada e outro com indivíduos saudáveis, o grupo controlo. Foram estudadas as populações linfocitárias (CD4 e CD8) e a activação linfocitária (CD69) por citometria de fluxo, a concentração de ox-LDL no plasma por ELISA e avaliou-se a expressão do NF-κB através de Western Blotting em extractos totais, citoplasmáticos e nucleares de CMNs. Verificou-se que há um decréscimo do ratio CD4/CD8 no grupo de doentes relativamente aos indivíduos controlo, que poderá estar relacionado com a fase aguda da doença, que os marcadores de inflamação, função cardíaca e ventricular estão mais elevados nos doentes do que no grupo controlo e que há uma relação entre a medicação com antihipercolesterémicos e as ox-LDL. Os dados sugerem uma influência benéfica deste tipo de medicação nos níveis de ox-LDL. O principal objectivo deste trabalho era o de estudar a relação entre os níveis de ox-LDL no plasma e a activação da via de transcrição do NF-κB nas células mononucleadas do sangue periférico (CMNs), no entanto, devido às limitações de tempo e de material de estudo, as metodologias não foram devidamente optimizadas de forma a que tivesse sido possível validar os resultados obtidos. Este trabalho permitiu verificar alguns resultados já descritos na literatura e iniciar o estabelecimento de uma metodologia de separação de CMNs e do seu fraccionamento, bem como optimizar a tecnologia de Western Blotting para a detecção do factor de transcrição NF-κB, o que permitirá avaliar sua relevância nas doenças cardiovasculares.
Atherosclerosis and its cardiovascular consequences are the major cause of death and morbility in the world both in men and women. The accumulation of lipids in the arterial wall was assumed to be the major cause for the disease progression. In the last decades, as the knowledge evolved, this concept has been modified to a complex inflammatory process. The accumulation of low density lipoproteins (LDL) in the arterial wall and posterior oxidation triggers a series of inflammatory mechanisms where the smooth muscle cells, endothelial cells and immunity cells are present. The oxidized low density lipoproteins (ox- LDL) promote the activation of macrophages and lymphocytes in the atheromatous plaque perpetuating the inflammatory stimuli leading to the plaque activity and instability. Recent studies demonstrated the activation of nuclear transcription factor kappa B (NF-κB), which is responsible for the activation of multiple pro-inflammatory genes, in different types of cells present in the atherosclerotic lesion. However, the relevance of NF-κB pathway in coronary syndromes and in the activation of the peripheral blood mononuclear cells (PBMCs) are issues lacking clarification. In this study two groups were constituted: a group of individuals with confirmed coronay artery disease and a group with healthy subjects, the control group. The lymphocyte populations (CD4 and CD8) and lymphocyte activation (CD69) were studied by flow cytometry. The concentration of ox-LDL in plasma was assessed by ELISA, and the expression of NF-κB in PBMCs cellular extracts was evaluated by Western blotting. It was found that there was a decrease in the CD4/CD8 ratio in the group of patients compared with the control subjects, which may be related to the acute phase of the disease. Markers of inflammation, cardiac and ventricular functions were higher in patients than in controls. A relationship between cholesterol lowering medication and ox-LDL was found suggesting a beneficial effect of this medication in the levels of ox-LDL. The main goal of this work was to study the relationship between the levels of ox-LDL in plasma and the activation of the NF-κB in PBMCs. However, due to time constraints and limitations of the study, the methodologies were not properly optimized and consequently, it was not possible to obtain consistent results. This work confirmed some results that were already described in the literature and allowed us to establish the beginning of a methodology for the separation and fractioning of PBMCs, as well as for Western blotting in order to detect the transcription factor NF-κB, to address its relevance in cardiovascular diseases.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Biologia Humana e Ambiente). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2388
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc090510_tm_Ana_Andrade.pdf3,61 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.