Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2389

Título: Contribuição para o estudo da Ecologia do lobo ibérico do distrito de Vila Real
Autor: Carreira, Marion Almeida D'Alcântara, 1987-
Orientador: Fonseca, Francisco Petrucci, 1953-
Palavras-chave: Mamíferos
Carnívoros
Lobos
Lobo ibérico
Trás-os-Montes - Portugal
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Resumo: A implementação de infra-estruturas rodoviárias e o aumento da sua densidade levam a uma perda e fragmentação do habitat, podendo restringir os movimentos das espécies, isolando as populações e provocando um declínio a longo prazo das mesmas. As estradas têm sido apontadas como responsáveis por grandes impactos nas populações de lobo. Deste modo, a construção das auto-estradas A24 e A7, no distrito de Vila Real constitui uma ameaça à mobilidade e viabilidade da população. Assim, em 2005 iniciou-se o Projecto de Monitorização do Lobo-Ibérico, de modo avaliar os impactos destas auto-estradas no Sítio Rede Natura 2000 Alvão/Marão. Pretendeu-se estudar a distribuição do lobo, avaliar o efeito repulsa da auto-estrada e a eficácia das estruturas de permeabilidade, avaliar a eficácia de estações de arame farpado na recolha de pêlos para análise genética e actualizar a dieta da espécie. Procedeu-se à procura e quantificação de indícios de presença, à colocação de máquinas fotográficas com sensores de movimento para registar a utilização das passagens, à recolha de dejectos para a análise da dieta e ainda à construção de estações de arame farpado em algumas passagens. O uso do espaço pelo lobo tem vindo a diminuir, observando-se um decréscimo dos valores do Índice Quilométrico de Abundância, desde 2005, evidenciando alguma perturbação na área de estudo, provavelmente devido às auto-estradas. Obtiveram-se seis registos fotográficos de lobos em duas passagens da A24 e 19 dejectos de lobo junto a passagens das rodovias, ao longo dos anos de monitorização. As estações de arame farpado não se revelaram eficazes, contudo esta metodologia pode ser melhorada. Quanto à dieta do lobo, os ungulados domésticos são a classe-presa mais predada, em especial os caprinos e entre os ungulados silvestres, o corço é o mais consumido. A partir dos resultados obtidos apresentaram-se sugestões para melhorar a eficácia das medidas de mitigação.
The construction of road infrastructures and their increased density leads to the loss and fragmentation of habitat, which may restrict the movements of the species, isolating populations and causing a long-term decline. Roads have been identified as responsible for major impacts on wolf populations. Therefore, the construction of highways A24 and A7 in region of Vila Real is a threat to the viability and mobility of the population. Thus, in 2005 began the Wolf Monitoring Project , to evaluate the impacts of these highways in the Natura 2000 site Alvão / Marão. This study aims to analyze the distribution of the wolf, evaluate the repulsion effect caused by highways and the effectiveness of permeability structures, evaluate the effectiveness of barbed wire stations to collect hair for genetic analysis and update the diet. To do so, transects were made to search for presence indicators, cameras with motion sensors were placed to record the use of the passages, scats were collected for analysis of diet and barbed wire stations were built in some passages. Space use by the wolf has been declining, showed by a decrease in Abundance Kilometric Indices since 2005, suggesting some disturbance in the study area, probably due to the highways. Photographic records of six wolves were obtained in two passages of the A24 and 19 wolf droppings along the highway passages over the years of the monitoring plan. The barbed wire stations were not effective, however this methodology could be improved. As for the diet of the wolf, domestic ungulates are the most preyed prey class, especially goats and among the wild ungulates, the roe deer is the most consumed. Considering the results, suggestions were made in order to improve the effectiveness of mitigation measures.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Biologia da Conservação). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2389
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc090554_tm_Marion_Carreira.pdf3,1 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia