Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/2391
Título: Perfil de expressão dos microRNAs, miR-122 e miR-22, em doentes com hepatite crónica C
Autor: Neves, Sofia Maria Sentieiro
Orientador: Penque, Deborah, 1958-
Crespo, Ana Maria Viegas, 1946-
Palavras-chave: Virologia
Hepatite C
Microbiologia molecular
Teses de mestrado - 2010
Data de Defesa: 2010
Resumo: A infecção pelo Vírus da Hepatite C (VHC) atinge 200 milhões de pessoas em todo mundo. A maioria dos infectados VHC adquire uma infecção persistente no fígado que origina uma hepatite crónica. A Hepatite Crónica C pode levar a uma cirrose hepática, e consequentemente, conduzir à falha hepática ou ao hepatocarcinoma humano (HCC). Não existe vacina e a terapêutica disponível para o tratamento desta infecção apresenta um grau de ineficácia que justifica a urgência na obtenção de novos fármacos. Recentemente, ensaios num sistema in vitro permitiram estabelecer a associação entre a eficiência da replicação do RNA genómico do VHC-1b e a expressão do microRNA miR-122, o miR mais abundante do tecido hepático e cuja expressão elevada é específica do fígado. Esta observação trouxe uma nova perspectiva à pesquisa de estratégias no tratamento da Hepatite Crónica C. O presente trabalho descreve o estudo desenvolvido para averiguação de uma possível correlação entre a expressão genética do miR-122 no tecido hepático de doentes Hepatite Crónica C, e a virémia serológica do VHC-1b, entre outros parâmetros clínicos da doença. O nível de expressão do miR-122 foi comparado com o do miR-22, o segundo miR mais abundante no tecido hepático mas, cujo nível de expressão ubíquo no organismo não o caracteriza como sendo específico do fígado. A quantificação dos microRNAs foi realizada através de uma reacção de retrotranscrição seguida de polimerização em cadeia quantitativa (RT-qPCR) detectada em tempo real. O protocolo experimental foi concebido de novo, tendo sido necessário proceder à sua optimização, destacando-se os estudos de especificidade, sensibilidade, precisão, exactidão e robustez do RT-qPCR. A metodologia estabelecida foi aqui documentada de modo a ser aplicada em trabalhos futuros. Neste estudo, e contrariamente ao esperado, não foi observada correlação entre a expressão do miR-122 hepático e a virémia do VHC-1b (ρ=0,021; p=0,93). Contudo, verificou-se uma correlação positiva entre a expressão do miR-22 e a actividade necro-inflamatória no fígado (hepatite interface, ρ=0,624; p<0,01). Este resultado indicia um potencial papel do miR-22 na histopatologia da Hepatite Crónica C, tendo sido discutido um modelo explicativo da associação encontrada.
The prevalence of Hepatitis C Virus (HCV) infection is around 200 million people worldwide. HCV targets the hepatic tissue and after infection the vast majority of the patients develop a chronic HCV infection and consequently a chronic hepatitis condition. With time, the chronic hepatitis C progress to liver cirrhosis, that can originate further disease complications like liver failure or hepatocellular carcinoma. There is no vaccine to this pathology and the current anti-HCV treatment presents an important issue of inefficiency in the eradication of the HCV infection, which stresses the need for the discovery of novel anti-viral molecular targets and therapeutic approaches. In recent years, studies in vitro have been demonstrating an association between the HCV-1b RNA replication and the liver-most common microRNA, the miR-122. This document presents the work developed to ascertain whether the hepatic expression level of miR-122 is associated with HCV-1b RNA viral load in chronic hepatitis C patients. The miR-122 was quantified in the hepatic tissue of patients and compared with a second ubiquitous miR, the miR-22. A correlation test was further applied in order to study the association between the miR-122 expression and the HCV-1b viral load, among other clinical features of the. The miR quantification was achieved by the real time RT-qPCR (Reverse Transcription & quantitative Polymerase Chain Reaction) methodology. The experimental protocol was performed de novo and accomplished with assay’s optimization analyses. The established methodology is reported herein for further application in future studies. In this study, no correlation between the hepatic expression of miR-122 and the HCV-1b RNA serum viral load (ρ=0.021; p-value=0.93) was observed. However there was a positive correlation between the expression of miR-22 and the interface hepatitis (ρ=0.624; p <0.01). The potential role of the miR-22 in structural liver alterations induced by HCV infection induced by HCV infection is discussed.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Biologia Humana e Ambiente). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2391
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc090532_tm_Sofia_Neves.pdf3,95 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.