Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/2407
Título: Design simbiótico : cultura projectual, sistemas biológicos e sistemas tecnológicos
Autor: Parra, Paulo, 1961-
Orientador: Ribeiro, Rogério, 1930-2008
Silva, Paulo Cunha e
Palavras-chave: Design de equipamento
Teses de doutoramento - 2008
Data de Defesa: 2007
Resumo: A presente investigação, Design Simbiótico, centra-se nas áreas da Cultura Projectual, da Biologia e da Tecnologia, pretendendo demonstrar que é possível estabelecer analogias evolutivas entre os sistemas biológicos e os sistemas tecnológicos e propondo uma coevolução simbiótica entre ambos, denominada pelo autor de Cosimbiose. A dissertação desenvolve-se em quatro corpos principais, sendo que os três primeiros – “Evolucionismo Tecnológico”, “Visões Protéticas”, “Sistema Protético” – representam diferentes abordagens de conteúdo consideradas determinantes para o enquadramento teórico-prático de um conjunto de conceitos, incluindo alguns do autor (Metodologias Biomórficas e Biotécnicas, Visões Protéticas, Sistema Protético, Objectos-Prótese, Biopróteses, Tecnopróteses, Seres Protéticos, Homo Sapiens Protheticus, Bioprotheticus e Tecnoprotheticus) tidos como fundamentais para o desenvolvimento e enquadramento do último corpo da tese, no qual se apresenta o tema conclusivo do actual trabalho, “Design Simbiótico”. Em “Design Simbiótico”, são identificadas, numa primeira fase dedicada ao Evolucionismo Simbiótico, as metodologias simbióticas aplicadas pelos sistemas biológicos; defendendo-se, seguidamente, o seu enquadramento no projecto, como elementos de relevo na concepção integrada dos sistemas tecnológicos. Nesse âmbito, o processo de simbiose é analisado em três direcções: biosimbiose, tecnosimbiose e cosimbiose, nomenclatura proposta pelo autor e à qual se acrescenta a noção de superorganismo-simbiótico, referente ao planeta Terra, do qual fazem parte integrante, para além dos sistemas biológicos, os sistemas tecnológicos e sócio-culturais. Questões energéticas, as relações entre simbiose e design e a relação Corpo/Objecto como sistema simbiótico são igualmente analisadas. Em Projecto Simbiótico, é apresentada uma metodologia passível de ser integrada em projectos com as características descritas, ilustrada por propostas projectuais do autor que se crê contribuirem para a aplicação prática dos processos enunciados. Essa visão teóricoprática enquadra metodologias operativas específicas que permitem diminuir a distância entre os sistemas biológicos e os sistemas tecnológicos e visa proporcionar uma nova unidade projectual para o século XXI.
The present study, Symbiotic Design, focuses on Projectual Culture, Biology and Technology and aims either to show the possibility of establishing evolutionary analogies between biological and technological systems as well as to propose a symbiotic co-evolution between them, which the author calls Cosymbiosis. This dissertation is divided into four parts and the first three – “Technological Evolutionism”, “Prosthetic Visions” and “Prosthetic System” – represent different content approaches considered to be decisive for the framing of a set of concepts, including some by the author (Biomorphic and Biotechnical Methodologies, Prosthetic Visions, Prosthetic System, Objects-Prosthesis, Bioprostheses, Technoprostheses, Prosthetics Beings, Homo Sapiens Prostheticus, Bioprostheticus and Technoprostheticus), either theoretically and practically. These concepts are themselves fundamental for the support and development of the final part, where the conclusion of this study, is presented – “Symbiotic Design”. In a first phase of “Symbiotic Design”, devoted to Symbiotic Evolutionism, symbiotic methodologies used by biological systems are identified and, in sequence, since they are relevant elements within the context of technological systems integrated conception, their inclusion in the project is defended. In that scope, symbiosis process is analyzed in three directions: Biosymbiosis, Technosymbiosis and Cosymbiosis, a nomenclature proposed by the author, and which the notion of Symbiotic Superorganism is added to, that referring to our planet, the Earth, which biological, technological and social-cultural systems belong to. Energetic issues, the relationships between symbiosis and design and the Body/Object relationship, as a symbiotic system, are analyzed as well. Finally, “Symbiotic Project” presents a methodology, able to be used in similar projects, illustrated with some project proposals by the author, which he believes may contribute to the practical appliance of the described processes. That theoretical-practical vision comprehends a number of specific operative methodologies that may bridge the gap between biological and technological systems and provide a new projectual unit for the 21st century.
Descrição: Tese de doutoramento em Belas Artes (Design de Equipamento), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Belas Artes, 2008
URI: http://hdl.handle.net/10451/2407
Aparece nas colecções:FBA - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd053667_td_Paulo_Parra (2).pdf101,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.