Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Educação (IE) >
IE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2460

Título: Relação escola-família : um estudo de caso no 1º ciclo do ensino básico
Autor: Penetra, Ana Paula da Costa, 1982-
Orientador: Oliveira, Isolina, 1950-
César, Margarida, 1958-
Palavras-chave: Relação escola-família
Ensino básico (1º ciclo)
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Resumo: A relação escola/família é complexa e multifacetada, convocando no seu estudo diferentes vertentes e dimensões, destacando-se a interacção entre pais e professores, como agentes centrais dessa relação. Investigações realizadas por Davies (1989) e Silva (2003) evidenciaram a importância desta relação para as aprendizagens dos alunos. Contudo, a pouca disponibilidade de tempo e de à vontade das famílias em envolverem-se na vida da escola, a par da dificuldade dos professores em darem resposta aos desafios colocados por uma população escolar muito heterogénea configuram-se como obstáculos a essa relação. O trabalho de supervisão realizado em diversos níveis (órgãos de gestão e professores, entre outros) pode assumir um papel importante no desenvolvimento e promoção da relação escola/família. Este estudo focou-se no 1.º ciclo do ensino básico de uma instituição privada. Pretendemos compreender a relação entre esta instituição e as famílias, conhecer as vivências dos encarregados de educação face à escola e suas expectativas quanto ao percurso escolar dos educandos. Neste contexto, identificaram-se as principais dificuldades dos professores no primeiro ano de trabalho. Assumimos uma abordagem interpretativa e optámos por um design de estudo de caso intrínseco (Stake, 1995). Os participantes incluem os professores e encarregados de educação. Os instrumentos de recolha de dados são as entrevistas, observação (em diário de bordo da investigadora) e recolha documental. O trabalho empírico decorreu ao longo de 2008/09. O tratamento e análise de dados baseiam-se numa análise de conteúdo, de tipo narrativo. Os resultados evidenciam que as vivências e expectativas dos pais em relação à escola influenciam o modo como estes vêem a educação dos filhos, estando, actualmente mais atentos e participativos na vida dos mesmos. Quanto às dificuldades sentidas pelos professores no seu primeiro ano de trabalho, estas situaram-se na relação com os pais e na pouca interligação com colegas de outras valências.
The relationship between school and family is complex and has many sides to it, its study implying different aspects and dimensions. Among these the interaction between parents and teachers as main figures of this very interaction stands out. Studies carried out by Davies (1989) and Silva (2003) showed the importance of this relationship in the pupils‘ learning. However, while the families lack the time and do not feel at ease to become involved in the life of the school, the teachers also find it difficult to respond to the challenges arising from a truly heterogeneous school population – thus creating hindrances to this relationship. Supervision carried out at various levels (management and teacher positions, for instance) is especially relevant in this relationship. This study focused on the 1st cycle of basic education of a private educational facility. We sought to understand the relationship between this facility and the families, to understand the guardians‘ experiences regarding the school and their expectations concerning their children‘s education. We also intended to identify the main difficulties felt by teachers in their first year of work. We adopted an interpretative approach and chose an intrinsic case study design (Stake, 1995). Participants included the teachers and the guardians. Data collection comprised interviews, observation (and log records), and documental analysis. Empirical work lasted throughout 2008/09. Data treatment and analysis was based on content analysis of a narrative type. The results illuminate that the guardians‘ experiences and expectations in relation to the School, influence the way they approach their children‘s education, which is more attentive and participative nowadays. Difficulties pointed out by teachers during their first year of work included their relationship with the guardians and the lack of connection they felt with colleagues from other areas.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Supervisão e Orientação da Prática Profissional), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2460
Appears in Collections:IE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfp035876_tm.pdf1,18 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE