Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2495

Título: Sobrecarga, depressão e generatividade em mulheres cuidadoras informais
Autor: Fonseca, Tânia Sofia Borges
Orientador: Gonçalves, Bruno, 1950-
Palavras-chave: Cuidadores
Idosos dependentes
Depressão (psicologia)
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Resumo: A presente investigação tem como objectivos verificar se o cuidar de idosos dependentes conduz à sobrecarga das mulheres cuidadoras e se a generatividade e a conformidade com o papel feminino diminuem a sobrecarga, funcionando, assim, como factores protectores contra a sobrecarga. Participaram nesta investigação 45 mulheres cuidadoras informais, com idades entre os 45 e os 86 anos, provenientes, maioritariamente, de uma zona rural de Viseu. Utilizou-se o Índice de Barthel (avalia o nível de dependência do receptor de cuidados), o Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal, a CES-D, a Loyola Generativity Scale e o Conformity to Feminine Norms Inventory. Esperávamos que algumas características do receptor de cuidados (duração da prestação de cuidados e o nível de dependência do receptor de cuidados) e algumas características sócio-demográficas das cuidadoras (idade e situação profissional) aumentassem a sobrecarga e que algumas características psicológicas das cuidadoras (generatividade e conformidade com o papel feminino) diminuíssem a sobrecarga e aumentassem a satisfação com o papel de cuidadores. Supusemos, ainda, que a sobrecarga conduziria a maiores níveis de sintomatologia depressiva. Os resultados mostram que somente as características das cuidadoras se relacionam com a sobrecarga. A idade aumenta a sobrecarga e o facto de estar a trabalhar aumenta a sobrecarga emocional, uma das dimensões da sobrecarga. A generatividade e a conformidade com o papel feminino diminuem a sobrecarga, mas somente a generatividade conduz a maior satisfação com o papel de cuidador. Verificámos ainda que o aumento da sobrecarga conduz a maiores níveis de sintomatologia depressiva.
The purposes of this study are to investigate if caring of dependent elderly leads to feelings of burden in female caregivers and if generativity and conformity to feminine norms contributes to diminish these feelings of burden, serving as protective factors against burden. The participants in this investigation were 45 female caregivers, aged between 45 and 86, most of them living in a rural village in Viseu. Instruments used were Barthel Index (measures the level of dependency of the care receiver), Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal, CES-D, Loyola Generativity Scale and Conformity to Feminine Norms Inventory. We expected that some characteristics of the care receiver (extent of caregiving and level of dependency of the care receiver) and some social-demographic aspects of the caregivers (age and professional status) would increase burden and some psychological traits of caregivers (generativity and conformity to feminine norms) would diminish burden and increase the satisfaction with the caregiving role. We also expected that burden would lead to higher levels of depressive symptoms. The results show that only the caregivers characteristics are related with burden. Age increases global burden and the fact of being professionally active increases emotional burden, one of the dimensions of burden. Generativity and conformity to feminine norms diminish burden, but only generativity leads to higher feelings of satisfaction with the caregiving role. Results also show that increased burden leads to higher levels of depressive symptoms.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúdes - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2495
Appears in Collections:FP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfp035829_tm.pdf490,08 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE