Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Farmácia (FF) >
FF - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/250

Título: Modelação do factor V da coagulação associado ao transplante hepático
Autor: Dias, Paula Cristina Carvalho Sanches, 1968-
Orientador: Correia, Maria Leonor Ferreira Estevão, 1953-
Morais, José Augusto Guimarães, 1942-
Palavras-chave: Biofarmácia
Farmacocinética
Transplante hepático
Teses de mestrado
Issue Date: 2007
Resumo: O fígado é o maior orgão e a maior glândula do corpo humano pesando cerca de 1500g num adulto saudável. Realiza inúmeras funções indispensáveis à vida, desempenhando um papel importante no metabolismo energético e interconversão de substratos. Participa também na solubilização, transporte, armazenamento e eliminação de algumas substâncias e, ainda, na síntese de inúmeras proteínas, nomeadamente os factores de coagulação. O papel vital do fígado na hemostase implica a produção dos factores da coagulação, das proteínas fibrinolíticas e respectivos inibidores e, também, a eliminação de todos os elementos intervenientes no fenómeno.As doenças que afectam o fígado são várias e de diferentes tipos tendo muitas vezes um prognóstico reservado. Os vários graus de falência hepática condicionam a intervenção terapêutica e, em alguns casos, o único tratamento possível é o transplante hepático. Graças aos avanços da medicina, o transplante de fígado tem atingido níveis de sucesso animadores e o seu rápido crescimento tem sido limitado pela escassez de orgãos disponíveis e compatíveis. No entanto, existem situações em que o orgão transplantado não consegue cumprir o seu papel, sendo por vezes necessário recorrer a novo transplante. Esta situação é normalmente grave e exige uma intervenção rápida.Nos doentes hepáticos, o estudo do funcionamento do fígado é feito utilizando indicadores tais como os parâmetros de avaliação da coagulação. Sabe-se que os testes de coagulação são de extrema importância no estudo da patologia do fígado e que o factor V desempenha um papel importante na avaliação da função hepática, pela sua sensibilidade às capacidades funcionais do fígado. Este factor é considerado, por alguns Autores, como sendo o detector mais sensível da disfunção do fígado.No decorrer do transplante hepático é feita uma monitorização cuidada dos níveis plasmáticos dos factores da c
Descrição: Tese de mestrado em Biofarmácia e Farmacocinética Avançada, apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Farmácia, 2007
URI: http://hdl.handle.net/10451/250
Appears in Collections:FF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
15276_Capa_agradecimentos_TESE.pdf8,73 kBAdobe PDFView/Open
15277_Tese_Mestrado_ModFVassociadoTHeptico.pdf2,56 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia