Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Farmácia (FF) >
FF - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/252

Título: Hormonas naturais e de síntese, bisfenol A, octilfenol e nonilfenol em águas para consumo humano:optimização do método de análise por SPE-LC-ESI-MS/MS
Autor: Henriques, Marta Luísa Guerreiro dos Santos
Orientador: Almeida, Cristina Maria Martins, 1965-
Cardoso, Vitor Vale
Palavras-chave: Hidrologia
Cromatografia líquida
Espectrometria de massa
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Resumo: O objectivo deste trabalho consistiu na optimização de um método de ensaio para análise de compostos desreguladores endócrinos em águas para consumo humano. Os compostos estudados abrangem a classe das hormonas naturais (estriol, estrona, 17-estradiol e progesterona), das hormonas de síntese (etinilestradiol, dietilestilbestrol e mestranol), e dos compostos fenólicos (bisfenol A, octilfenol e nonilfenol).O presente trabalho apresenta uma breve introdução à EPAL (Empresa Portuguesa das Águas Livres, S.A.), como entidade abastecedora de água na cidade de Lisboa, faz o enquadramento legal e ambiental da temática dos desreguladores endócrinos e apresenta os principais conceitos relacionados com o sistema endócrino.Devido às características dos compostos em análise, nomeadamente a polaridade média a elevada e as quantidades vestigiais presentes nas matrizes ambientais, implementou-se e validou-se o método de cromatografia líquida de alta eficiência acoplada à espectrometria de massa (tandem), com ionização por electrospray, utilizando como técnica de extracção/pré-concentração a extracção em fase sólida, SPE-LC-ESI-MS/MS.A optimização do método de ensaio, teve como ponto de partida a determinação das melhores condições de formação do ião precursor para cada desregulador endócrino, tendo-se utilizado o electrospray como método de ionização, em modo positivo e negativo. Nesta fase foram optimizados outros parâmetros relacionados com o método de ionização, tais como a voltagem do capilar e a voltagem de cone. Estabelecidas as condições de formação do ião precursor para cada analito, foram optimizados diversos parâmetros do analisador (triplo quadrupolo), em modo MRM (Multiple Reaction Monitoring), de forma a definir duas transições ião precursor/ião produto. Para cada composto foi estabelecida uma transição de quantificação (MRM1) e uma transição de qualificação (MRM2) com o objectivo de aumentar a selectividade, bem como a sensibilidade na quantificação destes compostos em concentrações vestigiais nas amostras de água.Após definidas as condições cromatográficas, iniciou-se a optimização das condições de extracção em fase sólida, como técnica de preparação da amostra. Nesta fase foram testados diferentes solventes de eluição e diferentes tipos de cartucho, e foram optimizadas as condições operacionais, nomeadamente, a secagem do cartucho, o fluxo de passagem da amostra e a etapa de concentração do eluído.O método SPE-LC-ESI-MS/MS foi validado para os compostos em estudo, através da aplicação de diversos testes estatísticos que permitiram definir o intervalo de linearidade, a gama de trabalho, os limiares analíticos, a precisão, o efeito de matriz e a estimativa da incerteza do método de ensaio.O método validado foi aplicado à análise de amostras representativas dos diversos pontos de colheita da EPAL, com o objectivo de avaliar os diferentes tipos de água captada e distribuída por esta empresa gestora de água, no que respeita à presença dos compostos em estudo.
The aim of this study was to develop and validate an analytical method for endocrine disruptors in water matrices. Several endocrine disrupters were studied, like natural hormones (estriol, estrone, 17-estradiol and progesterone), synthetic hormones (ethynylestradiol, diethylstilbestrol and mestranol) and some phenolic compounds (nonylphenol, octylphenol and bisphenol A). This report makes a brief description of EPAL, the company responsible for public supply of drinking water in Lisbon. A legal framing and an environmental approach on the endocrine disrupters issue are presented. The main concepts related with the endocrine system are also described. The selection criteria for the analytical methodology were based on the studied compounds characteristics (medium to high polarity) as well on the trace levels expected on the environmental matrices. The applied methodology was based on the on-line combination of liquid chromatography and tandem mass spectrometry, using electrospray ionisation, after solid phase extraction.Several detection parameters were optimised in the mass spectrometer for each endocrine disruptor studied, such as the best conditions for the precursor ion formation, namely capillary and cone voltage, when applying negative and positive electrospray ionisation mode. Two transitions were also established, one for quantification (MRM1) and one for qualification (MRM2), after optimisation of the triple quadrupole conditions. The selection of two transitions ensure a high degree of selectivity as well as additional sensitivity to quantify trace levels of these endocrine disruptors compounds in water samples. Several operational conditions of the solid phase extraction (SPE) were also tested, namely different elution solvents and cartridges as well as cartridge drying conditions, sample flow rate and the eluate concentration step. The SPE-LC-ESI-MS/MS was validated through the application of several statistical methods which allow defining the linearity range, working ranges, analytical limits, precision, matrix effect and the uncertainty estimation of the analytical assay for all the studied compounds. This method was applied in the analysis of water samples collected in several sampling points located in the EPAL water supply system. This study allowed us to characterize different types of water: surface water, groundwater, reservoirs, tap water and drinking water collected in several points of the distribution system.
Descrição: Tese de mestrado em Controlo da Qualidade e Toxicologia dos Alimentos apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Farmácia, 2008
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000545563
http://hdl.handle.net/10451/252
Appears in Collections:FF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
20001_1_Capa.pdf68,23 kBAdobe PDFView/Open
20002_2_Resumo.pdf59,49 kBAdobe PDFView/Open
20003_3_Agradecimentos.pdf69,69 kBAdobe PDFView/Open
20004_4_Indice.pdf116,27 kBAdobe PDFView/Open
20005_5_Indice_Figuras.pdf72,59 kBAdobe PDFView/Open
20006_6_Indice_Tabelas.pdf71,02 kBAdobe PDFView/Open
20007_7_Siglas_Abreviaturas.pdf188,46 kBAdobe PDFView/Open
20008_8_Introducao.pdf96,92 kBAdobe PDFView/Open
20009_9_CapI_A%20EPAL.pdf197,74 kBAdobe PDFView/Open
20010_10_CAPII_Ambiental.pdf286,9 kBAdobe PDFView/Open
20011_11_CAPIII_Legislacao.pdf212,55 kBAdobe PDFView/Open
20012_12_CAPIV_SistemaEndocrino.pdf395,31 kBAdobe PDFView/Open
20013_13_CAPVI_Experimental.pdf282,31 kBAdobe PDFView/Open
20014_14_CAPVII_Resultados.pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open
20015_15_CAPVIII_Conclusoes.pdf66,81 kBAdobe PDFView/Open
20016_16_Bibliografia.pdf308,99 kBAdobe PDFView/Open
20017_17_Anexos_0.pdf66,91 kBAdobe PDFView/Open
20018_18_Anexos_1_FQuim.pdf173,84 kBAdobe PDFView/Open
20019_19_Anexos_2_DES_CE.pdf62,7 kBAdobe PDFView/Open
20020_20_Anexos_3_DQA_Pol.pdf60,32 kBAdobe PDFView/Open
20021_21_Anexos_4_SubstPriorit.pdf330,98 kBAdobe PDFView/Open
20022_22_Anexos_5_Amostras.pdf98,94 kBAdobe PDFView/Open
20023_23_Anexos_6_MMQ.pdf131,79 kBAdobe PDFView/Open
20024_24_Anexos_7_ANormaliz.pdf61,39 kBAdobe PDFView/Open
20025_25_Anexos_8_Resid.pdf61,81 kBAdobe PDFView/Open
20026_26_Anexos_9_RIKILT.pdf55,86 kBAdobe PDFView/Open
20027_27_Anexos_10_Mandel.pdf73,41 kBAdobe PDFView/Open
20028_28_Anexos_11_Lim.pdf66 kBAdobe PDFView/Open
20029_29_Anexos_12_Incert.pdf182,15 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE