Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/25374
Título: A parentalidade em contexto de recomposição familiar: O caso do padrasto
Autor: Atalaia, Susana
Palavras-chave: Famílias recompostas
Padrasto
Parentalidade
Data: 2016
Editora: Universidade de Lisboa, Instituto de Ciências Sociais
Citação: Atalaia, S. (2016). A parentalidade em contexto de recomposição familiar: O caso do padrasto. ICS Working Papers, WP1. Lisboa: Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa - Laboratório Associado
Relatório da Série N.º: ICS Working Papers;1 (2016)
Resumo: O presente artigo tem como principal objectivo identificar a diversidade de lógicas inerentes à construção do lugar do padrasto nas famílias recompostas. Partindo de uma abordagem teórica interaccionista que privilegia a negociação de papéis no interior da família, a investigação aqui apresentada procurou perceber o modo como a parentalidade é construída e vivida nas famílias recompostas de padrasto. Com base na análise de 30 entrevistas em profundidade realizadas a padrastos co-residentes portugueses, denota-se a existência de uma diversidade de modos de construção da parentalidade recomposta, uns marcados por uma maior proximidade e individualização da relação padrasto-enteado e outros mais distantes e mediados pela figura materna. A forma como o padrasto constrói o seu lugar em contexto de recomposição familiar parece depender menos do lugar ocupado pelo pai biológico no quotidiano do enteado e mais do espaço de manobra dado pela mãe e da posição assumida pelo padrasto face à parentalidade (biológica e recomposta).
Based on an interactionist theoretical approach, which focuses on family roles negotiation, this article aims to identify the different ways of constructing the stepfather’s role. Drawing on 30 in-depth interviews with co-resident Portuguese stepfathers, a diversity of patterns was clearly identified. While some men have a unique relationship with their stepchildren based on emotional closeness and daily involvement, others build a more distant relationship mediated by the mothers. The way in which stepfathers build their role in a stepfamily seems to be less connected to the role of the biological father in the stepchild’s life, and more dependent on how much space is granted by the mother as well as the stepfather’s own perspective towards biological and social parenting.
URI: http://hdl.handle.net/10451/25374
ISSN: 2183-6930
Versão do Editor: http://www.ics.ul.pt/flipping/wp2016_1/index.html
Aparece nas colecções:ICS - Working Papers

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ICs_SAtalaia_Parentalidade_WP.pdf921,59 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.