Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/2563
Título: O valor da música na educação na perspectiva de Keith Swanwick
Autor: Costa, Maria Manuela Isaías Afonso da, 1965-
Orientador: Pombo, Olga, 1946-
Palavras-chave: Educação musical
Swanwick, Keith
Teses de mestrado - 2010
Data de Defesa: 2010
Resumo: Esta dissertação aborda os principais aspectos envolvidos na educação musical a partir do estudo da obra de Keith Swanwick, um dos autores que mais marcou a reflexão contemporânea sobre a educação musical. O seu pensamento sobre a natureza da música deu origem a uma teoria acerca da educação musical e sobre a natureza e exigências de um currículo no ensino da música. Começa-se com uma perspectiva histórica que procura enquadrar a actual reflexão sobre o ensino da música. Procura-se explicar a diferença entre a música como experiência estética e a música como praxis. Apresenta-se o modelo defendido por Swanwick que consiste na integração de três actividades fundamentais: a composição, a execução/interpretação e a audição, sendo a audição a actividade primordial. Swanwick parte da teoria de Piaget enquanto teoria do desenvolvimento das estruturas mentais. O desenvolvimento das competências musicais surge como uma instância (uma concretização) do processo geral do desenvolvimento das capacidades cognitivas, com algumas restrições críticas que são decorrentes da especificidade da música. Este modelo, organizado em espiral será igualmente objecto de análise. À teoria de Swanwick, assente numa vertente estética da música, opôs-se a teoria praxialista, cuja figura mais representativa foi David Elliott. Neste estudo, procurar-se-á identificar as principais características de uma e de outra, acentuar as diferenças entre elas e colocá-las face à realidade do mundo contemporâneo.
This essay discusses the major issues involved in music education, taking as a starting point the study of the work of Keith Swanwick, one of the authors that more vividly marked the contemporary reflection on the musical education. His thinking about the nature of music gave rise to a theory about the musical education and on the nature and requirements of a curriculum in music education. It begins with an historical perspective that seeks to frame the current reflection on the teaching of music. It seeks to explain the difference between music as an aesthetic experience and music as praxis. It displays the model advocated by Swanwick, which consists in integrating three fundamental activities: composition, performance and audition, being audition the primary activity. Swanwick takes Piaget's theory of the development of mental structures as a starting point. The development of musical skills comes as an instance (an implementation) of the overall process of development of thinking skills, with some critical restrictions that arise from the specific character of music. This model, organized into spiral, is also under consideration. To Swanwick`s theory, based on the aesthetic aspect of music, it opposed the praxialist theory, whose most representative figure was David Elliott. This study will identify the main features of both theories, accentuate the differences between them and place them face to the reality of the contemporary world.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Formação Pessoal e Social), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2563
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfp035764_tm.pdf719,99 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.