Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2599

Title: Equipa Portuguesa de Ajuda Humanitária no Haiti : um olhar sobre o seu funcionamento psicossocial
Authors: Ribeiro, Marlene Moura
Advisor: Ribeiro, Maria Teresa, 1962-
Keywords: Resiliência psicológica
Estratégias de coping
Suporte social
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Abstract: Este estudo propõe-se a estudar o funcionamento psicossocial dos indivíduos que integraram a equipa portuguesa de ajuda humanitária no Haiti, mais especificamente, ao nível da resiliência, da percepção do suporte social, do tipo de estratégias de coping utilizadas e, por último, da existência de sintomatologia (depressiva e de ansiedade), relacionando-o com algumas variáveis sócio-demográficas – sexo, idade, constituição familiar, situação profissional, habilitações literárias e religiosidade - dos indivíduos e, ainda, com alguns factores – estímulos traumáticos, factores de stress, factores protectores/recursos, e características físicas - experienciados no decorrer da missão. Para tal utilizaram-se metodologias qualitativas (entrevista semi-estruturada) e metodologias quantitativas (testes de auto-relato) para recolher os dados. Posteriormente para se realizar a análise dos mesmos recorreu-se à Análise de Conteúdo e ao software SPSS 17.0 For Windows, tendo-se concluído que o funcionamento psicossocial dos indivíduos é saudável, com elevada percepção do suporte social, em que as estratégias de coping mais utilizadas eram o planear, a reinterpretação positiva, e a aceitação, e ainda de que este funcionamento se pontuou por ser bastante resiliente.
This study proposes to examine the psychosocial functioning of individuals who joined the Portuguese team of humanitarian aid in Haiti, more specifically, the level of resilience, perception of social support, type of coping strategies and, finally, the symptomatology existence (depression and anxiety), relating it to some socio-demographic variables - sex, age, family setting, occupational, educational and religious - of individuals, and also with a number of factors - traumatic stimulus, stressors, protective/resource factors, and physical characteristics - experienced during the mission. To this purpose we used qualitative (semi-structured interview) and quantitative (tests of self-report) methodologies to collect the data. Later to perform the analysis results we used the Content Analysis and SPSS 17.0 for Windows. It was concluded that the psychosocial functioning of individuals is healthy; with high perceived social support; the coping strategies that were more used are plan, positive reinterpretation, and acceptance; and yet, that this functioning was scored to be fairly resilient.
Description: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2599
Appears in Collections:FP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfp035818_tm.pdf790.99 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE