Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2602

Título: Percepção de barreiras de carreira e auto-eficácia na transição para o trabalho
Autor: Gonçalves, Vera Lúcia Pereira
Orientador: Barros, Alexandra Figueiredo de, 1961-
Palavras-chave: Transição escola/trabalho
Auto-eficácia
Discriminação sexual
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Resumo: A presente investigação teve como objectivo estudar a relação entre a percepção de barreiras na carreira, incidindo no conflito de papéis trabalho-família e na discriminação sexual e as crenças de auto-eficácia na transição para o trabalho, em estudantes finalistas de cursos de formação profissional. A amostra utilizada foi constituída por 164 estudantes de diferentes cursos profissionais de nível III, das escolas profissionais de Aveiro e de Valongo. A presente investigação teve como enquadramento teórico a teoria sócio-cognitiva de Bandura (1986, 1997), e a teoria sócio-cognitiva do desenvolvimento de carreira de Lent, Brown & Hackett (1994). A percepção de barreiras da carreira foi avaliada através do Inventário de Percepção de Barreiras da Carreira (IPBC-R; Cardoso, 2006) e as crenças de auto-eficácia foram medidas através da Escala de Auto-eficácia na transição para o trabalho (AETT; Vieira & Coimbra, 2005). Os resultados indicaram que os jovens finalistas de cursos profissionais apresentam elevadas crenças de auto-eficácia na adaptação ao trabalho, procura de emprego e regulação emocional. Não se verificaram diferenças de género a este nível, o que sugere percepções similares entre os indivíduos do género feminino e masculino. O conflito de papéis e a discriminação sexual são percebidos como barreiras de dificuldade moderada a elevada na transição para o trabalho. As diferenças de género identificam que são sobretudo as mulheres que os percebem enquanto barreiras. Foram ainda identificadas correlações positivas significativas entre as crenças de auto-eficácia e a percepção da discriminação sexual e do conflito de papéis como barreiras na transição para o trabalho.
The present investigation aimed to study the relationship between perceived barriers in career, focusing on the role conflict, sexual discrimination and work-family self-efficacy beliefs in the transition to working life, in final year students of vocational training courses. The sample consisted of 164 students from various professional courses in third level vocational schools from Aveiro and Valongo. This research has the theoretical framework of socio-cognitive theory Bandura (1986, 1997), and social-cognitive theory of career development of Lent, Brown and Hackett (1994). The perception of career barriers was assessed with the Inventory of Perceived Career Barriers (IPBC-R, Cardoso, 2006) and self-efficacy beliefs were measured with the Scale of Self-Efficacy in the Transition to Work (AETT; Vieira & Coimbra, 2005). The results indicated that the young finalists of professional courses have high self-efficacy beliefs on adaptation to work, job seeking and emotional regulation. There were no gender differences at this level, suggesting similar perceptions among those female and male. The role conflict and sex discrimination are perceived as barriers of moderate to severe difficulty in the transition to working life. Identify gender differences that are mainly women who perceive them as such barrriers. Some positive correlations between self-efficacy beliefs and perceptions of sexual discrimination and conflict of roles as barriers in the transition to working life were also identified.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia da Educação e da Orientação), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2602
Appears in Collections:FP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfp037461_tm.pdf529,39 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE