Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/26689
Título: Bem-estar psicológico e estratégias de coping em adolescentes com e sem obesidade
Autor: Rosa, Marta Filipa Cardoso
Orientador: Bizarro, Luísa Maria Gomes, 1959-
Palavras-chave: Obesidade - Portugal
Bem-estar psicológico
Coping
Adolescência
Teses de mestrado - 2016
Data de Defesa: 2016
Resumo: A obesidade tem sido considerada como um dos grandes problemas da saúde pública em todo o mundo, cuja prevalência tem vindo a aumentar nas crianças e adolescentes, nas quais as consequências a curto e longo prazo não são simplesmente físicas, mas também psicossociais. Em Portugal, estima-se que 15% dos jovens apresentam obesidade e 21% estão no nível de pré-obesidade (Viveiro, Brito, & Moleiro, 2015). A relação deste conceito com o bem-estar psicológico e com as estratégias de coping ainda não foi suficientemente estudada, pelo que o objetivo principal desta investigação é o de se compreender a influência da obesidade no bem-estar psicológico e nas estratégias de coping numa população de adolescentes dos 12 aos 18 anos. A amostra foi assim constituída por 154 adolescentes, sendo que destes, 40 apresentavam excesso de peso. Os instrumentos utilizados para a recolha de dados nesta investigação foram a Escala de Bem-Estar Psicológico para Adolescentes (Bizarro, 1999) e o brief COPE (Carver, Scheier, & Weintraub, 1989; Pais-Ribeiro & Rodrigues, 2004). Os resultados obtidos permitem concluir que houve diferenças em algumas dimensões do bem-estar psicológico entre jovens com excesso de peso e jovens com peso normal. Verificou-se também que não existem diferenças significativas entre os jovens com peso normal e os com excesso de peso ao nível das estratégias de coping utilizadas.
Obesity has been considered as one of the big health problems in all of the world, whose prevalence has been increasing in children and adolescents, in which the short and long term consequences are not simply physical but also psychosocial. In Portugal, it is estimated that 15% of the youngers present obesity and 21% are overweight (Viveiro, Brito, & Moleiro, 2015). The relationship between this concept with psychological well-being and coping strategies has not been sufficiently studied, whereby the main objective of this investigation is to comprehend the influence of obesity on psychological well-being and on coping strategies in a population of adolescents from 12 to 18 years. The sample was constituted by 154 adolescents, and of these, 40 were overweight. The instruments used to collect the data in this investigation were the Escala de Bem-Estar Psicológico para Adolescentes (Bizarro, 1999) and the Brief COPE (Pais-Ribeiro & Rodrigues, 2004). The results obtained conclude that there were some differences in some of the dimensions of the psychological well-being between overweight and normal weight adolescents. It was found, as well, that there were no significant differences in the used strategies of coping between adolescents with normal weight and overweight.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2016
URI: http://hdl.handle.net/10451/26689
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie051176_tm.pdf1,18 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.