Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Medicina (FM) >
FM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2691

Title: Tradução e adaptação linguística e cultural para português do Liverpool Care Pathway
Authors: Sousa, Maria Flávia Castro da Silva e, 1965-
Advisor: Costa, Luís António Marques da, 1961-
Keywords: Cuidados paliativos
Prevenção terciária
Família
Cuidadores
Doente terminal
Prestação integrada de cuidados de saúde
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Abstract: Os Integrated Care Pathway são instrumentos de trabalho, desenvolvidos para perfis específicos de Doentes, que determinam as melhores práticas, num contexto multidisciplinar, seguindo linhas orientadoras e evidências, sempre que disponíveis. O seu objectivo é elevar a qualidade dos cuidados prestados e permitir uma avaliação contínua dos resultados. O Liverpool Care Pathway (LCP) é um ICP, incorporando, como tal, os mesmos objectivos e métodos, mas especificamente ajustado ao cuidado a Doentes terminais. Antes de mais, o objectivo do LCP é o de permitir que Profissionais não especializados prestem cuidados de elevada qualidade a Doentes terminais, com o apoio de especialistas em Cuidados Paliativos quando necessário. Todo o documento cientifico deve ser traduzido e adaptado linguística e culturalmente ao meio e língua onde vai ser inserido e aplicado, de forma aos profissionais que o utilizem o compreendam sem falsas interpretações. Este estudo consiste na tradução, adaptação cultural e linguística do LCP e da sua aplicação no Serviço de Cuidados Continuados do Centro de Saúde dos Olivais, com a respectiva análise dos dados colhidos antes e após a sua aplicação. Concluiu-se com a aplicação do LCP que foram melhorados os cuidados aos doentes em fim de vida, investindo na prevenção do aparecimento dos sintomas mais frequentes nesta fase, no plano terapêutico bem explicado e discutido com o doente e sua família. Os cuidados de conforto já eram parte integrante nos procedimentos habituais da equipa antes da aplicação do LCP, mas verificou-se um aumento significativo dos mesmos. A comunicação com o doente foi um dos aspectos que passou a ser mais valorizado. Concluiu-se ainda que as necessidades espirituais e religiosas, não faziam parte dos cuidados aos doentes em fim de vida, por falta de formação dos profissionais e dificuldades relacionadas com estes aspectos e após a aplicação do Pathway já passaram a ser abordados. No que diz respeito aos cuidados post-morten tiveram uma evolução significativa, pois antes da aplicação do LCP eram praticamente inexistentes. An Integrated Care Pathway (ICP) is a tool, developed for a specific group/profile of Patients, which determines multidisciplinary practices based on guidelines and evidence, whenever available. It is aimed at improving the quality of care given and facilitating evaluation of outcomes. Liverpool Care Pathway (LCP) is an ICP, thus integrating the same goals and methods, but specifically developed for terminal Patients. First and foremost, LCP goal is to enable non specialized Professionals to deliver high quality care to terminal Patients, counting, whenever needed, with the support of Palliative Care Professionals. As with any other scientific document, LCP is a tool that needs to be translated and culturally adapted to the native language and culture, in order to be fully understood by local Professionals and used accurately, free of dubious interpretations. The present paper describes the translation and cultural adaptation process of LCP in order to enable it to be applicable in Portugal, more specifically in Olivais Healthcare Centre (Serviço de Cuidados Continuados do Centro de Saúde dos Olivais). Data on healthcare given pre and post LCP application to local terminal Patients was collected and analyzed. Results indicate that LCP application contributes to improve the care given to terminal Patients, either those performed by Professionals as well as close relatives or any other caregiver, thus also improving the Patients’ life quality in the last days of his or her life. Comfort measures were already standard procedures within the team but, with LCP, these were enhanced and more frequently applied. Effective communication with the Patient, whenever possible and his /her caregivers was also improved. Spiritual and religious needs were previously not addressed by Professionals, partly because they were not aware of it, partly because they did not feel comfortable in addressing this issue. This behavior changed with LCP. The same occurred with post-morten care that, previously to LCP, was seldom performed.
Description: Tese de mestrado, Cuidados Paliativos, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2691
Appears in Collections:FM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
603226_Tese.pdfDissertação5.78 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE