Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Medicina (FM) >
FM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2746

Título: Condições para o desenvolvimento de acções paliativas em unidades de internamento de agudos
Autor: Barroso, Rita Machado da Silva, 1981-
Orientador: Rebelo, Maria Antónia
Barbosa, António, 1950-
Palavras-chave: Cuidados paliativos
Assistência paliativa
Doença aguda
Pacientes internados
Entrevista
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2010
Resumo: A presente dissertação foi elaborada no âmbito do V Mestrado em Cuidados Paliativos da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e destina-se a apresentar os resultados de uma investigação realizada sobre o conceito e as práticas de acções paliativas em unidades de internamento de agudos. A pertinência desta investigação funda-se no facto de este conceito constituir uma originalidade da organização e do planeamento dos cuidados paliativos em Portugal, estar ainda pouco difundido nas unidades de internamento de agudos e ser relativamente ambíguo quanto à sua operacionalização. Tomando como referência esta realidade, foi formulada a seguinte questão inicial de pesquisa: Em que medida as acções paliativas são reconhecidas como uma necessidade no contexto de unidades de internamento de agudos e quais as condições que favorecem o seu desenvolvimento. Para enquadrar teoricamente esta questão procedeu-se a uma aprofundada revisão de literatura, partindo-se do geral “cuidados paliativos” para o particular “acções paliativas”, tendo-se constatado uma carência de estudos que abordem especificamente a temática das acções paliativas, em particular no contexto português. De acordo com o quadro teórico de referência e tendo em conta os objectivos definidos, procedeu-se à montagem do dispositivo metodológico. A opção recaiu na realização de um estudo qualitativo de natureza descritiva e prospectiva baseado na técnica de ”entrevista a peritos” (expert interview). Para o efeito foi constituído um painel de 9 peritos (4 médicos e 5 enfermeiros) que exerciam funções de coordenação em unidades de cuidados paliativos ou equipas intra-hospitalares de suporte em cuidados paliativos na região de Lisboa, com o fim de conhecer as suas opiniões sobre as acções paliativas passíveis de se desenvolverem em unidades de internamento de agudos, de acordo com vários eixos de análise que foram delineados a partir dos objectivos específicos considerados. Para proceder ao tratamento de dados utilizou-se a técnica da análise de conteúdo temática a partir de um conjunto diversificado de categorias e subcategorias, construído por abordagens simultaneamente dedutivas e indutivas. Os dados foram apresentados por categoria, com a respectiva interpretação e análise, e uma síntese dos principais resultados. No final, procedeu-se a uma sistematização das informações obtidas em função de dois temas organizadores, extraídos dos objectivos definidos para a investigação: a especificidade das acções paliativas no âmbito mais vasto dos cuidados paliativos; o desenvolvimento das acções paliativas no contexto das unidades de internamento de agudos. Os resultados alcançados confirmam a pertinência da distinção conceptual que é feita, em Portugal, das acções paliativas e sustentam a hipótese de que a sua promoção em contexto de hospitais de agudos é desejável, é possível e é eficaz. Elas dependem sobretudo de mudanças individuais e colectivas que implicam uma identificação com a “filosofia dos cuidados paliativos” e que se traduzem sobretudo na mudança de atitude dos profissionais face aos doentes em fim de vida. This dissertation was prepared in the scope of the V Master in Palliative Care from the Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa and is aimed at presenting the results from research carried out on the concept and practices of the palliative actions in acute admissions units. The relevance of this research is based on the fact that this concept is original in terms of the organisation and planning of palliative care in Portugal and that it is still not widely known in acute admissions units and is relatively ambiguous as to its operational. With this reality as a reference, the following initial research question was formulated: To what extent are palliative actions recognised as a need in the context of acute admissions units and what are the conditions which favour their development? To theoretically frame this question, an in-depth revision of literature was carried out, starting with "palliative care" in general and moving onto "palliative actions". Few studies which specifically approach the issue of palliative actions were found, especially within a Portuguese context. According to the theoretical frame of reference, and considering the objectives defined, a methodology was set-up. The option fell upon the execution of a descriptive qualitative and prospective study based on expert interviews technique. For this purpose, a panel of 9 experts (4 doctors and 5 nurses) who carry out coordination duties in palliative care units or intra-hospital teams which support palliative care in the Lisbon region was put together, with the purpose of understanding opinions on palliative actions which may be made in acute admissions units, according to the various axis of analysis which were outlined from the specific objectives considered. To process the data, we used the technique of thematic content analysis from a diverse set of categories and subcategories constructed by both deductive and inductive approaches. The data was presented by category with the respective interpretation and analysis, and a summary of the main results. In the end, the information obtained was systematised in terms of two organising topics, taken from the objectives defined for the research: the specificity of the palliative actions in the wider field of palliative care; the development of palliative actions in the context of acute admissions units. The results confirm the relevance of the conceptual distinction that is made in Portugal of palliative actions and support the hypothesis that its promotion in the context of acute hospitals is desirable, possible and effective. They depend mostly on individual and collective changes which result in an identification with the "philosophy of palliative care" and which translate most of all into a change in the attitude of professionals working with patients whose life is coming to an end.
Descrição: Tese de mestrado, Cuidados Paliativos, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/2746
Appears in Collections:FM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
605758_Tese.pdfDissertação663,22 kBAdobe PDFView/Open
605758_Capa_Tese.pdfCapa Dissertação88,32 kBAdobe PDFView/Open
605758_Anexos.pdfAnexos1,31 MBAdobe PDFView/Open
605758_Capa_Anexos.pdfCapa Anexos81,58 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE