Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/27513
Título: Qual a relevância da nutrição em doentes cirúrgicos? Estudo longitudinal no Serviço de Ortopedia do HSM-CHLN
Autor: Apolinário, João Pedro Carvalhão
Orientador: Ravasco, Paula
Palavras-chave: Cirurgia ortopédica
Ingestão
NutritionDay
Outcomes cirúrgicos
Complicações cirúrgicas
Data de Defesa: 2016
Resumo: Estima-se que mais de 30% dos doentes admitidos nos hospitais se encontram desnutridos no momento em que são internados. Na maioria dos casos, o seu estado nutricional não só não melhora como tende a piorar com o aumento da estadia nos serviços hospitalares. Sabemos hoje que a desnutrição está associada a internamentos mais prolongados, um maior número de complicações e piores outcomes cirúrgicos bem como a um aumento de co-morbilidades e da mortalidade. A ingestão de uma dieta equilibrada e adequada às necessidades de cada doente associada a períodos de jejum pré e pós-operatórios correctamente estipulados favorecem uma recuperação mais rápida, com menos desconforto para o doente e com menos complicações. Com este estudo pretendemos fornecer ferramentas simples aos profissionais de saúde para que possam monitorizar a ingesta dos seus doentes e perceber os motivos subjacentes às suas alterações - questionário NutritionDay. Pretendemos também alertar para práticas menos adequadas relativamente ao tempo de jejum pré e pós-operatório apresentando a evidência actual que deve sustentar estas tomadas de decisão. Durante o internamento apenas 11% dos doentes consumiram a totalidade de todas as refeições que lhes foram servidas, sendo que 30,6% referia não ter comido porque não tinha fome, 26,1% porque não gostou do sabor e 19,1% porque não gostou do cheiro. No que diz respeito ao período de jejum pré-operatório 100% dos doentes cumpriu um período superior a 8 horas sendo a média de 15,08 ± 0.18 (9,2-24,07) horas. 100% dos doentes iniciou alimentação por via oral nas primeiras 24 horas após a cirurgia. Desejamos que este estudo seja o ponto de partida para a criação de bases que possibilitem uma avaliação sistemática dos doentes do ponto de vista nutricional, através da utilização de ferramentas e indicadores simples mas validados, podendo desta forma ser um contributo major para o seu prognóstico.
It is estimated that 30% of patients on hospital admission suffer from undernutrition. In the majority of cases their nutritional status not only doesn’t improve but it even worsens during hospital stay. Nowadays we know that malnutrition is associated to longer hospital stays, an increased number of complications and worse surgical outcomes as well as an increase in comorbidity and mortality. Eating a balanced diet and suitable for the needs of each patient in association with correctly determined pre and postoperative fasting lead to a faster recovery, causing less burden to the patient and fewer complications. With this study we aim to provide simple tools so that healthcare professionals may survey their patient’s food intake and learn about the reasons that lead to changes – NutritionDay inquiry. We also aim to raise awareness to less than adequate conducts when it comes to the duration of pre and post-operative fasting, presenting the current evidence on which they should be based. During hospital stay only 11% of patients ate 100% of their meals, while 30,6% admitted not finishing their meals due to not being hungry, 26,1% due to not appreciating the flavour and 19,1% because they didn’t enjoy the smell of the meal. Regarding preoperative conducts 100% of the patients were submitted to more than 8 hours of fasting, with a mean time of 15,08 ± 0.18 (9,2-24,07) hours. Oral nutrition was reintroduced within 24 hours post-surgery in 100% of the patients. We wish for this study to be the starting point for building a solid foundation that enables nutritional routine evaluation for every patient, through the usage of simple but validated tools and markers, contributing to their prognosis.
Descrição: Trabalho Final do Curso de Mestrado Integrado em Medicina, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2016
URI: http://hdl.handle.net/10451/27513
Designação: Mestrado Integrado em Medicina
Aparece nas colecções:FM – Trabalhos Finais de Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
JoaoPCApolinário.pdf777,58 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.