Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/2790
Título: Intimidades conjugais : das significações e percursos de intimidade à proximidade emocional
Autor: Santos, Cátia Vanessa da Costa
Orientador: Narciso, Isabel, 1962-
Palavras-chave: Relações conjugais
Intimidade - perspectiva psicológica
Emoções
Teses de mestrado - 2010
Data de Defesa: 2010
Resumo: A intimidade é o conceito estrutural mais complexo das relações conjugais (Costa, 2005), pelo que a sua compreensão é vital para o conhecimento do casal, numa perspectiva de prevenção e melhoria das relações íntimas. Nesta investigação, pretendeu-se estudar as associações que se estabelecem entre três especificidades das relações íntimas, utilizando uma metodologia qualitativa: as significações de intimidade, o percurso de intimidade percebido e a proximidade emocional percebida. O estudo consistiu na realização de entrevistas conjuntas a dez casais, de entre os quais 50% viviam em união de facto e 50% eram casados. As entrevistas incluíam um bloco de tarefas individuais. Os dados foram analisados utilizando uma análise de conteúdo das entrevistas e uma metodologia de análise de casos conjunta. Os resultados não apontaram para associações entre significações de intimidade, percurso de intimidade percebido e proximidade emocional percebida. Ainda assim, verificaram-se duas associações ao nível da concordância dentro dos casais: a concordância no casal ao nível das significações parece estabelecer uma associação negativa com a concordância no percurso de intimidade percebido; a concordância no casal nas significações parece estar associada à concordância no nível de proximidade percebido.
Intimacy has been described as the most complex structural concept of marital relations, so the comprehension of this concept is vital for knowing the couple, from a perspective of prevention and improvement of intimate relationships. The aim of this research was to study the associations that are established between some aspects of intimate relationships: the meanings of intimacy, the perceived time-course of intimacy, and the perceived degree of emotional closeness. The study consisted in doing interviews to both members of a couple, to a sample of ten couples in which 50% were cohabiting and 50% were married. The interviews had a section of individual tasks. The collected data was analyzed using a content analysis of interviews, initially, and then using a methodology of multiple case studies. Results didn’t suggest associations between intimacy meanings, perceived time-course of intimacy and perceived emotional closeness. Nevertheless, when analyzed the agreement within couples, were found two relations: the agreement within couples in intimacy meanings seems to be negatively associated with the agreement in perceived time-course of intimacy; the within couple agreement in the essential component for intimacy seems to lead to an agreement in the perceived emotional closeness level.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2790
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfp037550_tm_tese.pdfTese721,64 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulfp037550_tm_anexos.pdfAnexos692,07 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.