Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/28082
Título: Questões sociocientíficas e a gestão democrática na formação inicial e continuada de professores : as potencialidades na web 2.0
Autor: Watanabe, Graciella, 1980-
Orientador: Reis, Pedro, 1965-
Palavras-chave: Professores - Formação
Web 2.0
Relações de poder
Ativismo
Teses de mestrado - 2016
Data de Defesa: 2016
Resumo: O presente trabalho, desenvolvido no contexto do projeto We Act, trata a discussão das questões sociocientíficas enquanto conhecimentos a serem desenvolvidos nos contextos de educação formal. Em especial, utiliza-se das perspectivas de formação inicial e continuada de professores para produzir reflexões e ações que possam ser implementadas nas salas de aulas de ciências. Com o intuito de promover o engajamento de estudantes sobre temáticas associadas a questões sociocientíficas, é proposto como objetivo das ações o uso de ferramentas da Web 2.0 como desencadeadores do ativismo para a participação efetiva no mundo. Nesse sentido, são analisados fatores de enfrentamento que são percebidos pelos futuros professores quando estes são questionados sobre os desafios de se inserir tal abordagem em suas aulas de ciências. Também, foram investigadas em um curso de formação continuada as percepções e propostas de professores experientes sobre como controvérsias sociocientíficas e o uso da Web 2.0 podem ser inseridas nos contexto de suas aulas. A partir dos estudos do conceito de relações de poder segundo a teoria praxiológica de Pierre Bourdieu e da epistemologia do diálogo de Paulo Freire, pretende-se trazer considerações e articulações que conduzam a entendimentos dos sentidos atribuídos aos empecilhos tratados pelos futuros professores e as possibilidades de articulação entre prática e teoria dos professores em exercício. Nesse contexto, observou-se que aspectos culturais, sociais, políticos e tecnológicos se mostraram importantes elementos de preocupações dos investigados quando os mesmo assumem esses fatores como limitadores do processo de inserção das questões sociocientíficas nas aulas de ciências. Somam-se a isso os entendimentos que os professores e futuros professores apontam sobre a importância do papel da tecnologia e da Web 2.0 como espaços desencadeadores do diálogo, contudo, sendo necessário compreender, também, seu papel como instrumento que pode contribuir para a desigualdade social, deslocando, assim, as distinções do mundo real para o mundo virtual.
Developed in the context of We Act project, this work is about the socio-scientific issues as knowledge to be labored in formal education contexts. Specially, under the perspective of initial and teaching training for produce reflections and actions that may be applied in classrooms of science. The use of Web 2.0 application is proposed to encourage students commitment about topics associated to socio-scientific questions, focusing on it as triggers to the activism and effective participation in the world. As such, conflicting factors are analyzed, which are noted by the future teachers when these are asked about challenges related to add such approach in science classes. In addition, it was investigated, in a continued teaching training, the perceptions and proposals from teachers with experience about how socio-scientific controversies may be added inside the context of their classes, using Web 2.0. From Pierre Bourdieu's studies about power relation, in his praxeological theory, and Paulo Freire's dialogue epistemology, it is focused achieve considerations and connections that leave to understand the meanings given by obstacles treated by future teachers and the chances to link practice and theory of acting teachers. In this context, cultural, social, political and technological aspects were observed, revealing important elements of concerning coming from the investigated. They take these factors as limiting of socio-scientific questions' input process in science classes. Combined, there is the understanding pointed by acting and future teachers about the importance of technology role and Web 2.0 as triggers to dialogue. However, it is also necessary realized its role as instrument that may contribute for social inequality, leading, so, real world distinction to a virtual one.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Área de especialidade Educação e Tecnologias Digitais), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2016
URI: http://hdl.handle.net/10451/28082
Designação: Mestrado em Educação
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie051203_tm.pdf915,63 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.