Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/290
Título: "Aproximar os homens e as culturas" : etnicidade e discursos sobre a cultura no universo associativo de Nouakchott Mauritânia
Autor: Carvalheira, Raquel Alves Neves Gil
Orientador: Sarró, Ramon
Silva, Maria Cardeira da
Palavras-chave: Usos da cultura
Etnicidade
Sociedade civil - Mauritânia
Associativismo - Mauritânia
Cultura
Juventude - Mauritânia
Teses de mestrado - 2008
Data de Defesa: 2008
Resumo: Esta dissertação analisa os discursos sobre a cultura em associações juvenis de carácter cultural em Nouakchott, Mauritânia. Neste país-fronteira, entre o mundo árabe e o mundo negro, o Estado potenciou, ao longo da história do país, formas de discriminação étnica e racial. Os membros associativos aclamam, no entanto, a diversidade cultural que se converteu numa forma de expressão e de tradução das diferenças étnicas. As grandes agências internacionais como a UNESCO fomentam e financiam associações que defendam a diversidade cultural, que é promovida como factor de desenvolvimento. Este discurso é interpretado localmente e é através de actividades artísticas, como o teatro e o cinema, entendidas como linguagens transversais a todas as culturas que se propõem a suplantar os desentendimentos e as descontinuidades culturais da sua realidade social. Estas actividades expressam a diversidade cultural ao mesmo tempo que são vistas pelos membros associativos como linguagens meta-culturais. Este trabalho introduz uma discussão sobre a instrumentalização da cultura em contexto mauritano e as ferramentas teóricas e metodológicas que melhor se aproximam a estas realidades sociais, habitualmente fora dos circuitos de debate sobre a multiculturalidade.
This dissertation analyzes discourses on culture among cultural youth associations in Nouakchott, Mauritania. In this borderline country, between the Arab and Black world, the Mauritanian State is historically responsible for the reinforcement of ethnic and racial discrimination. However, the associations' members defend the cultural diversity of the country, seen as a way of expressing and translating ethnic differences. Big international cooperation agencies like UNESCO promote and fund associations which defend cultural diversity as a means for development. This discourse is locally adjusted, and it is through artistic activities such as theatre or cinema, seen as languages shared by all cultures that these associations set out to overcome cultural disagreements and discontinuities. These activities become the expression of cultural diversity and, at the same time, are seen by members as metacultural languages. This study puts forth a discussion of the way culture is used and of the methodological and theoretical tools which can better address this social reality, which usually remains outside the debates on multiculturalism.
Descrição: Tese de mestrado em Antropologia Social e Cultural, apresentada à Universidade de Lisboa, através do Instituto de Ciências Sociais em 2008
URI: http://hdl.handle.net/10451/290
Aparece nas colecções:ICS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
16861_Tese_de_Mestrado_Raquel_Carvalheira.pdf2,04 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.